Futebol/Campeonato Brasileiro

Recuperado de lesão, Dourado relembra dificuldade para voltar a jogar pelo Palmeiras

São Paulo , SP
15/10/2019 16:18:05

Em: Brasileiro Série A, Futebol, Notícias, Palmeiras

Henrique Dourado ficou fora dos gramados por mais de sete meses. Após fraturar a tíbia direita em sua estreia pelo Henan Jianye, da China, o atacante emprestado ao Palmeiras voltou a jogar no último sábado, em vitória contra o Botafogo pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“É complicado, quem já teve algum tipo de lesão sabe quanto é difícil poder retornar aos gramado. A partir do momento que eu estava pronto, precisei começar a controlar a ansiedade. Nesse tempo você acaba precisando ter uma parte mental muito forte, trabalhar sua mente para voltar com confiança para poder ajudar. Foi a primeira lesão que eu tive na carreira. Foi tudo novidade e está sendo um recomeço”, disse o atacante em entrevista coletiva nesta terça-feira na Academia de Futebol.

(Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

“Acho que fiquei até nervoso porque já fazia um bom tempo que eu não dava entrevista. A gente acaba sentido falta de tudo, a cobrança por parte da imprensa, os elogios, a adrenalina de estar dentro de campo. Isso tudo é como se o atleta tivesse doente, se ele não está fazendo o que ele gosta”, explicou o atleta.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Dourado foi vendido para o futebol chinês pelo Flamengo em março e após menos de uma semana no novo país, fez sua estreia e sofreu a maior lesão de sua carreira. O atacante chegou por empréstimo ao Alviverde no fim de julho para a finalizar sua recuperação e voltar aos gramados.

“Sinceramente eu não tive nem o gostinho (de conhecer o futebol chinês). Não tive oportunidade nem de conhecer a parte física. Fiquei lá quatro dias e quebrei a perna na minha primeira partida. O que pesou muito para mim foi a lesão, não tanto a mudança de cultura, de filosofia de trabalho, acho que foi a lesão, porque foi um baque muito grande, você sair daqui e depois de três, quatro dias passar uma cirurgia é difícil”, explicou o reforço do Verdão até o fim do ano.




×
Quer receber notícias do Palmeiras?