Murilo se recupera após expulsão na Libertadores com gol e assistências em vitórias do Palmeiras

São Paulo, SP

22/09/22 | 08:00

No duelo que decretou a eliminação do Palmeiras na Copa Libertadores, contra o Athletico-PR, o zagueiro Murilo saiu como vilão ao levar o cartão vermelho e deixar a equipe em desvantagem numérica durante toda a etapa final. A expulsão poderia abalar a confiança, mas o defensor se recuperou de maneira rápida.

Titular absoluto ao lado de Gustavo Gómez na dupla de zaga, Murilo manteve a sua posição nos dois jogos seguintes e foi decisivo. Sua prioridade é dar segurança ao setor defensivo, mas o camisa 26 também tem chegado com perigo na bola áerea defensiva, e foi assim que garantiu pontos importantes ao Verdão.

Contra o Juventude, o Palmeiras empatava em 1 a 1 até os 21 minutos da segunda etapa, quando Murilo e Zé Rafael subiram praticamente juntos para completar o escanteio cobrado por Gustavo Scarpa. O volante cabeceou primeiro, mas a bola ainda desviou no zagueiro palmeirense antes de entrar e decretar o gol da vitória.

Inicialmente, o gol foi assinalado para Zé Rafael, mas Murilo levou o crédito e ficou como o dono do tento. Assim, o zagueiro chegou ao seu oitavo gol no ano, chegando ao Top 5 entre os zagueiros palmeirenses com mais bolas na rede em uma única temporada. Ele fica atrás apenas de Júnior Baiano, com dez, e Gómez, Vagner Bacharel e Daniel, os três com nove.

Já no último domingo, no clássico contra o Santos, o Palmeiras teve desempenho defensivo ainda melhor e voltou a não sofrer gols depois de seis partidas consecutivas. No ataque, Murilo teve participação decisiva mais uma vez.


Novamente, o defensor palmeirense marcou presença na bola aérea ofensiva e desviou o cruzamento de Scarpa, dando assistência para o uruguaio Merentiel marcar o gol da vitória por 1 a 0.

Contratado no início da temporada, Murilo assumiu a titularidade depois que Luan lesionou a coxa, ainda em fevereiro, e ficou afastado por quatro meses. Com adaptação rápida ao elenco comandado por Abel Ferreira, o defensor se consolidou ao lado de Gustavo Gómez.

Em 2022, Murilo já disputou 48 jogos e se aproxima da marca cinquentenária. Além dos oito gols marcados, o zagueiro ainda tem duas assistências na conta.

Deixe seu comentário