Lateral confia no substituto de Jailson e usa próprio exemplo como motivação

Daniel Chiesa Gelbaum* - São Paulo,SP

27-10-2016 11:00:09

A principal dúvida de Cuca para o clássico contra o Santos é em uma posição que não costumava incomodar o treinador: a de goleiro. Com Fernando Prass se recuperando de lesão e Jailson suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos, o arqueiro do Palmeiras na Vila Belmiro será Vagner ou Vinícius Silvestre. Seja quem for o escolhido para começar jogando, terá o apoio do elenco alviverde.

"Independentemente de quem for chamado, temos confiança. Eles trabalham no dia a dia buscando espaço. Nunca vimos eles reclamando, são os primeiros a chegar e os últimos a sair. Por isso pedimos esse apoio do torcedor, essa confiança, numa reta final dessa e em um jogo como esse, que é um clássico. Quem o professor optar vai dar conta do recado", opinou o lateral direito Fabiano.


Caso Cuca opte por Vagner, o goleiro passará uma situação parecida com a enfrentada por Fabiano quando ganhou as primeiras oportunidades na equipe titular. Assim como o lateral, o goleiro foi criticado por ter falhado nos jogos em que atuou. O camisa 2 palmeirense utilizou o próprio exemplo para explicar que as críticas iniciais podem virar elogios posteriores.

"Pode ser um exemplo, sim. Fui bastante criticado. O que mais me deu força foi o grupo, sempre falavam para eu continuar trabalhando sério, forte. No futebol sabemos que uma hora você está lá em cima, outra lá embaixo. Você nunca pode perder a confiança em você mesmo, no seu trabalho. Continuei trabalhando, tendo apoio. Sabia que a oportunidade poderia chegar de novo. Dentro do futebol uma partida pode mudar a vida de qualquer atleta", declarou.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário