Galiotte fala sobre gestão, permanência de Abel e futuro de Felipe Melo

São Paulo, SP

23-11-2021 14:04:14

Maurício Galiotte, desde 2017 na presidência do Palmeiras, discorreu sobre o que esperar da final da Libertadores contra o Flamengo, que acontece às 17 horas (de Brasília) deste sábado. Além do torneio, comentou sobre sua gestão nos últimos anos do clube e a possível permanência de Abel Ferreira.

O presidente foi personagem principal quando o Palmeiras passou pelos picos da pandemia. Sem demitir nenhum funcionário, disse que a marca superior de sua gestão foram as mudanças de características de trabalho.

“O Palmeiras passou por ótimos e difíceis momentos. Em determinada hora tivemos que mudar o perfil. Contratamos muito em 2017 e 2018. Em paralelo, temos um trabalho muito forte nas categorias de base. Em 2019, quando não conquistamos nada, eu vim a público e disse que íamos mudar de postura. Passamos a contratar menos e de forma pontual, usando os garotos da base, que fizeram um trabalho excepcional”, disse Maurício, em entrevista ao Seleção SporTV.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O cenário brilhante que ficaria no Palmeiras caso o técnico português continue é claro nas palavras de Galiotte. O dirigente defende o comandante para a próxima temporada e acredita na continuidade da desenvoltura da equipe.

“Eu acredito, torço e farei o possível para que o Abel continue no Palmeiras. A decisão não é minha, mas eu gostaria muito que ele continuasse. Vai ser muito importante para ele, que é muito envolvido com o clube, para a torcida, para a Leila e toda gestão”, afirmou.

“É difícil viver longe da sua família por muito tempo. A esposa dele veio algumas vezes ao Brasil e temos tratado esse assunto. É importante a família para o Abel e é isso que debatemos muito, para que a gente consiga fazer com que essa estrutura permaneça no próximo período”, acrescentou.


Virada de chave, fim de mandato e Felipe Melo

Com Galiotte, o Palmeiras conquistou quatro títulos: Campeonato Brasileiro em 2018, Paulistão, Libertadores e Copa do Brasil na temporada passada. O mandatário ainda pode incluir mais uma conquista na lista, caso o Verdão supere o time de Renato Gaúcho na finalíssima.

“Quando a gente vence, nós somos os melhores. Quando a gente não consegue o título, parece que está tudo errado, e não é isso. Somos vice-campeões Paulista, estamos em terceiro no Campeonato Brasileiro e disputando mais uma final da Libertadores. Tudo é questão de expectativa. No Brasileiro estamos atrás do Flamengo e do Atlético, é inconcebível dizer que o trabalho fica muito aquém do nosso torcedor. Óbvio que é o título que vale, isso eu não discuto e também concordo. Mas o fato é que estamos em uma final da Libertadores. Há quanto tempo o palmeirense esperava por um momento como esse?”, indagou.

Maurício será sucedido por Leila Pereira. A empresária será a primeira mulher a presidir a Sociedade Esportiva Palmeiras. Candidata única nas eleições realizadas na tarde deste sábado, a proprietária da Crefisa/FAM foi eleita e inicia oficialmente o mandato em 15 de dezembro.

“Nos últimos nove anos, fizemos um trabalho muito responsável. Hoje o Palmeiras está com diversos títulos. Isso foi feito com muita dedicação e a Leila acompanhou tudo. A grande virada foi em janeiro de 2015, quando inauguramos a arena e assinamos patrocínio com a Crefisa. Ela sabe como cuidamos da finança do clube e como pensamos no futuro”, iniciou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

“O que eu posso prometer para o torcedor palmeirense é que o Palmeiras estará sempre buscando títulos e sendo protagonista, em destaque. Esse é o lugar do Palmeiras”, completou Galiotte, acrescentando ainda sobre a questão da Leila ser a nova presidente e patrocinadora do Palmeiras ao mesmo tempo.

“É importante dizer que o Paulo Nobre, na gestão de 2013/14, emprestou dinheiro ao clube. O Palmeiras se recuperou financeiramente e pagou o presidente. A mesma coisa está acontecendo com a Leila. O importante é a reestruturação que foi feita. O clube tem fontes e recursos. A patrocinada vai tomar todos os cuidados, ela falou claramente nas nossas reuniões”, finalizou.

Por fim, Galiotte falou sobre a situação de Felipe Melo, que tem futuro incerto dentro do Alviverde.

“Eu tenho a minha opinião e vou participar do momento de transição. O Felipe Melo tem um grande valor para todos nós, dentro e fora de campo. Todas as situações vão ser decididas no fim da temporada", concluiu.


Deixe seu comentário