Foi pênalti? Estava impedido? Veja diálogos com o VAR na semi entre Palmeiras e River

São Paulo, SP

13-01-2021 17:39:07

A primeira semifinal da Copa Libertadores, disputada entre Palmeiras e River Plate na noite de terça-feira, contou com intervenções decisivas do árbitro de vídeo no Allianz Parque. Nesta quarta, a Conmebol publicou por meio de seu site oficial os diálogos entre o juiz uruguaio Esteban Ostojich e os integrantes da cabine do VAR.

Aos 7 minutos do segundo tempo, Montiel recebeu cruzamento de Angileri e marcou o terceiro do River Plate. Ao analisar o lance, o árbitro de vídeo colombiano Nicolas Gallo observou impedimento de Borré na origem e orientou Ostojich a anular o gol.

Aos 30 minutos, o árbitro marcou pênalti de Alan Empereur sobre Matias Suarez. “Eu não vejo penal. O jogador arrasta a perna”, disse Gallo ao rever o lance, recomendando a Ostojich uma revisão. “Mudança de decisão. O branco (cor do uniforme do River), antes do contato, já arrasta o pé”, decidiu o árbitro após observar o monitor.

Já nos acréscimos, enquanto analisavam possível pênalti de Kuscevic sobre Borré, os integrantes da cabine do VAR encontraram um lance de impedimento de Girotti na origem da jogada, classificado como “interpretativo”. Chamado para rever o lance no monitor, Ostojich concordou: “Perfeito, há impedimento. Muito bem”.

Com um gol e um pênalti anulados após intervenção do VAR, o River Plate venceu por 2 a 0 e acabou eliminado pelo Palmeiras, já que o time brasileiro ganhou por 3 a 0 na Argentina. Os lances decididos com ajuda do árbitro de vídeo vêm causando polêmica na Argentina.

A grande final da Copa Libertadores está marcada para as 17 horas (de Brasília) do dia 30 de janeiro, no Estádio do Maracanã. Após empate sem gols na Bombonera, o Santos eliminou o Boca Juniors ao ganhar na Vila Belmiro por 3 a 0 e também garantiu presença na decisão.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Palmeiras?