Fabiano aprova gramado sintético como alternativa para o Palestra Itália

Daniel Chiesa Gelbaum* - São Paulo,SP

27-10-2016 08:00:48

O gramado do Palestra Itália vem sendo muito prejudicado por causa dos constantes shows de música que tem acontecido no local. Uma alternativa para evitar o excessivo desgaste do campo de jogo seria trocar a grama natural pela sintética. O lateral direito palmeirense Fabiano aprova a ideia e cita a Arena da Baixada como exemplo.

"Seria uma forma de adaptação. Jogamos lá no estádio Atlético-PR, a Arena da Baixada, e é diferente a grama sintética, não tem borrachinha. É um gramado de muita qualidade, sem nenhum defeito. Seria uma forma de adaptar a esse gramado. Deveria ser um padrão, todos com o mesmo estilo de grama, aí você vai se adaptando, os clubes vão adaptando nos centros de treinamento. É fundamental que, onde você treina durante a semana, o gramado ser igual ao de onde você joga”, avaliou.


O campo do Palestra ganhará um descanso por pelo menos duas semanas. Isso porque o show da cantora norte-americana Mariah Carey, que aconteceria no dia 1º de novembro, foi cancelado. Apesar disso, a programação de concertos no estádio prevê compromissos nos dias 11 e 12 de novembro, com shows da banda Guns n’ Roses. Fabiano reconhece que o estado do gramado representa uma dificuldade, mas ressalta que o time deve superar esta adversidade.

“Temos encontrado dificuldade no nosso gramado, tem muito defeito mesmo. Mas temos de passar por isso, ali é nossa casa, nosso torcedor apoia. É continuar tendo um foco grande nessa reta final, esquecer isso e manter o foco no adversário para fazer grandes partidas", completou.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário