Ex-lateral Júnior acha Palmeiras de 99 melhor que o de Abel Ferreira: “Com certeza”

São Paulo, SP

16/08/22 | 09:50

O ex-lateral Júnior fez uma comparação entre épocas do Palmeiras e não vê o atual elenco superior àquele que conquistou a Copa Libertadores de 1999, o qual fez parte. A principal justificativa da escolha foi os nomes que integravam a delegação.

"O de 99, com certeza. Um time que tem Alex, Júnior Baiano, Arce, Marcão, com certeza o de 99. ", disse, no programa Arena SBT.


Júnior, pentacampeão com a Seleção Brasileira, conquistou com o Alviverde, além da Libertadores, o Paulistão em 1996, a Mercosul e a Copa do Brasil em 1998 e o Torneio Rio-São Paulo em 2000.

O ex-atleta foi revelado pelo Vitória e, posteriormente, também defendeu as cores do São Paulo, onde participou do tricampeonato brasileiro (2006, 2007 e 2008) e dos títulos da Libertadores e Mundial de Clubes, em 2005.

Quando perguntado em que clube se sente mais ídolo, Júnior se esquivou de cravar um único time, mas revelou que ficou chateado quando Mustafá Contursi, presidente do Palmeiras na época, negou sua volta à equipe.

"Para um baiano chegar em São Paulo e conquistar duas nações não é fácil, não. Seria injusto eu falar Palmeiras ou São Paulo", afirmou.

"Fiquei (chateado), com certeza. Até porque minha história foi contada no Palmeiras, ali que fiquei conhecido. Eu queria voltar para o Palmeiras e na sequência iria para o Vitória. Liguei para o Mustafá, falei que queria voltar para o Palmeiras, e ele falou que aquele momento não era ideal. Depois o Milton Cruz (auxiliar do São Paulo) me ligava todo dia, acertei, vim para um clube maravilhoso, fui bem aceito", completou.

Com fim da janela, veja os reforços dos grandes clubes paulistas


Deixe seu comentário