Gazeta Esportiva

Emocionado, Endrick dedica estreia para avô falecido e projeta conquistas com Palmeiras

São Paulo, SP

06/10/22 | 21:40 - 06/10/22 | 21:47

O Palmeiras goleou o Coritiba na noite desta quinta-feira, e o destaque da partida foi a estreia do garoto Endrick. Depois do apito final, a joia palmeirense falou sobre a sua estreia e mostrou emoção ao relembrar de seu falecido avô.

“Foram semanas muito difíceis, perdi meu avô antes da final contra o Corinthians e foi muito ruim para mim. Joguei com aquilo na cabeça. Mas consegui fazer aquele gol, estava com o meu avô na cabeça, ele queria me ver jogando no profissional. Meu pai e todo mundo ficou triste e eu queria fazer essa estreia pelo meu avô e pelo meu pai também”, disse o jogador ao Premiere.

Mesmo com a perda do avô na véspera da decisão, Endrick anotou o gol do título do Campeonato Brasileiro Sub-20, em cima do rival Corinthians, em Itaquera.

A expectativa desde então era grande pela estreia da joia palmeirense. Ele ficou no banco de reservas nos jogos contra Santos, Atlético-MG e Botafogo, antes do confronto com o Coritiba, nesta quinta-feira.


A cautela para colocá-lo em campo fazia parte da programação da comissão técnica, e o próprio Endrick destacou a confiança em Abel Ferreira.

“O Abel é um excelente treinador, veio fazendo as esperas e estava fazendo certo. Estava me adaptando ao grupo, e foi muito bom estrear com a torcida. ele falou que teria o momento certo, e eu estava com ele porque ele é meu primeiro treinador no profissional", destacou o garoto.

Aos 16 anos, 2 meses e 15 dias, Endrick tornou-se o jogador mais jovem a estrear como profissional do Palmeiras. O camisa 16 também já havia sido o garoto mais novo a balançar as redes da arena palmeirense nas categorias de base, aos 11 anos.

Na mira de clubes europeus, Endrick falou ainda sobre permanecer no Palmeiras, apesar do interesse de gigantes como Real Madrid e Barcelona. O centroavante ainda revelou o sonho de conquistar títulos pelo Verdão

“Eu quero chegar ao topo com o Palmeiras. O Palmeiras nunca está feliz com um título, sempre quer mais. Vou seguir assim. Eu quero jogar aqui para sempre. Se eu for para Europa um dia, vou voltar para jogar no Palmeiras. Que eu possa ganhar títulos aqui, ser campeão de Mundial, Libertadores, Brasileiro, tudo”, declarou.

O primeiro destes títulos já se aproxima. Com a vitória desta quinta-feira, o Palmeiras chegou aos 66 pontos e abriu doze pontos de vantagem na liderança da competição.

Deixe seu comentário