Em meio à crise técnica, Fellype valoriza estadia alviverde no interior

Theo Chacon* - São Paulo,SP

12-11-2015 09:00:19

Vivendo o dia a dia do elenco há pouco mais de três meses, desde quando foi relacionado pela primeira vez em meados de agosto, o meia Fellype Gabriel não teve como negar a queda de rendimento da equipe no returno do Campeonato Brasileiro. Na última quarta, durante sua entrevista coletiva, admitiu que o grupo tem condições de reagir e viu com bons olhos o retiro em Atibaia (SP), que começará a partir desta sexta.

Assim como fez logo após sua chegada, Marcelo Oliveira voltou a propor um período de treinos no interior paulista para isolar e concentrar o grupo nesta reta final. O plano é que, após o treino desta quinta, no período da tarde, o grupo parta para Atibaia (SP) no início da noite, devendo permanecer no interior paulista até terça-feira, véspera do confronto contra o Atlético-PR, em Curitiba (PR).

Para Fellype Gabriel, que estreou oficialmente apenas no último domingo, tanto a pausa em razão das Eliminatórias quanto a estadia no interior serão benéficas ao Alviverde. "Explicaram a situação, o momento importante que a gente vive. Assim que o Marcelo chegou, a gente teve uma semana de treinos lá, foi proveitoso e o time conseguiu uma sequência. Acho que o descanso e a alimentação melhora. Lá você fica trancado com os jogadores, acaba conversando mais", comentou, apostando na melhora do entrosamento.

Sonhando em contribuir na conquista do título da Copa do Brasil, que começará a ser disputado no fim do mês, em dois confrontos contra o Santos, o meia acredita que o elenco tem tempo para recuperar a confiança, retomar o estilo de jogo e tentar fechar o ano com chave de ouro. Para isso, leva, inclusive, a cobrança entre os jogadores como normal.

"A cobrança entre nós é válida, todo mundo quer ganhar e levantar o título. Essa cobrança tem que acontecer, é normal, ainda mais num clube como o Palmeiras. Nós conversamos bastante depois do jogo, era preciso. Agora vamos ter essa parada e poderemos nos dedicar nos treinamentos. Temos tempo para trabalhar, corrigir os erros e pegar as coisas que fizemos de bom para que possamos conseguir vitórias nesta reta final e buscar o título", declarou.

* especial para Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário