Por gramado sintético, comitiva do Palmeiras viaja à Holanda

Bruno Ceccon - São Paulo , SP
14/10/2019 00:38:51 — 14/10/2019 01:19:30

Em: Brasileiro Série A, Escolha do editor, Futebol, Palmeiras

O Palmeiras estuda a possibilidade de instalar um gramado sintético no Allianz Parque. Na noite deste domingo, uma comitiva montada pelo clube alviverde viajou à Holanda com a finalidade de visitar uma fábrica especializada no produto e se aprofundar no tema.

Acompanhados por um representante da WTorre, empresa responsável por administrar o Allianz Parque, viajam o diretor de futebol Alexandre Mattos e o coordenador de fisioterapia Jomar Ottoni, além de Alexandre Zanotta, um dos quatro vice-presidentes.

Durante a viagem à Holanda, a ideia é ver de perto a tecnologia ligada ao gramado sintético e visitar campos do gênero já em funcionamento. Um dos integrantes do grupo, Jomar Ottoni observará aspectos técnicos, como a possibilidade de lesão, por exemplo.

Inaugurado em novembro de 2014 com grama natural, o Allianz Parque recebe regulamente diferentes tipos de evento, inclusive shows de grande porte. Com frequência, em função do comprometimento do campo, o Palmeiras acaba desalojado.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

A ideia de instalar o gramado sintético no Allianz Parque agrada à WTorre, que poderia diminuir significativamente o período necessário para readequar a arena ao futebol após os eventos. No entanto, a empresa entende que a decisão em torno do assunto cabe ao Palmeiras.

Depois de recorrer ao Pacaembu para encarar o Botafogo, o Palmeiras volta ao Allianz Parque na 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Às 21 horas (de Brasília) desta quarta-feira, o time comandado por Mano Menezes entra em campo para enfrentar a Chapecoense.

 




  • Rodrigo Souza

    Por mim, todo estádio deveria ser campo de gramado sintético. O futebol é um conjunto de regras em que uma delas define o tamanho do campo de jogo e os tipos de “piso”. Talvez para o futebolista profissional seja melhor grama natural, mas aqui no Brasil o que vejo são times, por mais ricos que sejam, incapazes de manter um bom “piso” para a principal finalidade de seus estádios. Fora toda questão de finanças envolvida na manutenção, cuidado e de vez em quando, substituição do gramado natural por vários motivos. Aí sobram areia pra completar a grama, barro, buracos sem grama, irregularidades, grama mal cortada, drenagem deficiente, uma festa. E ainda os desvios de verbas dos dirigentes. O “piso” poderia ser até uma imensa quadra de futsal, tendo 11 de um lado, 11 do outro e 105×68 com suas devidas marcações, o que será jogado nele é sim o bom e velho futebol/soccer.

  • Carlos Chakal

    Viajar para o Paraná para visitar o estádio do Atlético ninguém vai. . Mas pra Holanda sim neh…. Seus zoiudis

×
Quer receber notícias do Palmeiras?