Com prejuízo de R$ 136 mi até agosto, Palmeiras fatura R$ 7 mi por vaga à semifinal

São Paulo, SP

19-11-2020 09:00:35

O empate contra o Ceará, alcançado na noite de quarta-feira, selou a classificação do Palmeiras à semifinal da Copa do Brasil. Em situação financeira adversa na temporada marcada pela pandemia de covid-19, o clube alviverde garantiu uma premiação de R$ 7 milhões com a vaga.

Até agosto, último mês com balancete publicado no site oficial, o prejuízo do Palmeiras foi de R$ 136,6 milhões. Apenas no futebol, com receitas de R$ 276,7 milhões e despesas de R$ 397,8 milhões, o clube alviverde sofreu um déficit de R$ 121 milhões.

A classificação às semifinais da Copa do Brasil proporciona um incremento nas finanças, já que a CBF pagará R$ 7 milhões aos quatro clubes ainda envolvidos na competição. Na próxima fase, o vice ganha R$ 22 milhões e o campeão, R$ 54 milhões.


A Crefisa/FAM manteve o patrocínio ao Palmeiras inalterado durante os meses de pandemia, mas o clube vem sofrendo em função da redução de receita, especialmente pela ausência de público nos jogos no Allianz Parque e pela queda no programa Avanti.

Na tentativa de amenizar o prejuízo financeiro e para não demitir funcionários durante a pandemia, o Palmeiras entrou em acordo para reduzir em 25% os salários registrados em carteira dos jogadores de maio a julho e postergou os pagamentos referentes a direitos de imagem para 2021.

Na semifinal da Copa do Brasil, com jogos em 23 e 30 de dezembro, o Palmeiras enfrenta o América-MG, que eliminou o Internacional - os mandos de campo serão definidos por sorteio. Pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time palestrino pega o Goiás às 21 horas (de Brasília) deste sábado, no Estádio Serrinha.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Palmeiras?