Aderllan ressalta vínculo com reforço rival “chato pra caramba”

Helder Júnior - São Paulo,SP

20-07-2017 16:48:06

Pouco conhecidos no Brasil, o zagueiro Aderllan e o atacante Deyverson sabem muito sobre as trajetórias um do outro. Ambos construíram carreira no futebol europeu e só agora ganharam a oportunidade de defender grandes clubes paulistas – o São Paulo e o Palmeiras, respectivamente.

“O Deyverson é muito engraçado. Ele foi para Portugal, pelo Benfica B, e eu era do Braga B. No jogos, costuma discutir, ser chato pra caramba. Também nos enfrentamos na Espanha”, contou Aderllan, que foi apresentado como reforço são-paulino no início da tarde desta quinta-feira.

Em suas primeiras entrevistas coletivas na capital paulista, Aderllan e Deyverson fugiram à regra e choraram diante das câmeras de televisão. Os dois ressaltaram as dificuldades que tiveram de enfrentar para se sobressair no futebol – o palmeirense chegou até a abraçar o pai publicamente, além de cantar uma música do cantor Belo.

“O Deyverson é aquilo ali. Sempre que fala da sua história, ele se emociona. Viemos para o Brasil no mesmo voo e pedi para ele não ‘quebrar’ na coletiva, pelo amor de Deus. Mas ele falou que, se tivesse até que cantar, cantaria. Meu Deus do céu!”, gargalhou Aderllan.

Mais contido, o zagueiro do São Paulo recusou com um sorriso tímido um pedido para também cantarolar os versos de uma canção do seu gosto. Aos 28 anos e com passagens por Salgueiro, Araripina, Trofense-POR, Sporting Braga-POR e Valencia-ESP, que o empresou ao São Paulo por um ano e meio, ele prefere chamar a atenção dentro de campo.

“Torço muito pelo Deyverson, mas não quando enfrentar o São Paulo”, concluiu Aderllan, que, assim como o amigo, aguarda o aval do seu treinador para estrear no Campeonato Brasileiro.

Deixe seu comentário