Abel justifica formação sem zagueiros de origem e elogia Danilo Barbosa e Giovani

São Paulo, SP

30-04-2021 07:00:56

O versátil Danilo Barbosa e o jovem Giovani vêm ganhando espaço com o técnico Abel Ferreira. Após a derrota contra a Inter de Limeira, além de elogiar a dupla, o português justificou a decisão de disputar a partida pelo Campeonato Paulista sem zagueiros de origem na noite de quinta-feira.

“O Kuscevic e o Alan estão lesionados. O Gomez, o Luan e o Renan jogaram 90 minutos há dois dias. Os jogadores que entraram aqui estavam com os minutos contados", explicou. "Não tínhamos outros defensores. O Henri não esteve na melhor forma contra Guarani e Mirassol”, acrescentou.

Diante da série de desfalques, Abel Ferreira armou a linha defensiva com Danilo Barbosa posicionado entre os laterais Mayke e Matias Viña. Embora seja volante de origem, o recém-chegado vem atuando como zagueiro e, contra a Inter de Limeira, fez mais uma exibição consistente.

“É um jogador sério e que pode nos ajudar em várias posições. Custa-me em um jogo como esse ter que colocá-lo como central e não como oito, porque pode nos dar outras coisas. Mas, infelizmente, as circunstâncias obrigam e tivemos que jogar sem zagueiros de origem, mas com um desempenho extraordinário dele”, elogiou Abel.

Além de Danilo Barbosa, o jovem Giovani também vem ganhando oportunidades do treinador português durante o Campeonato Paulista. Contra a Inter de Limeira, o atacante foi colocado em campo ainda durante o primeiro tempo para substituir o lesionado Wesley.

“É um jogador que tem dado bons sinais. Alguns dos atletas mais experientes, sobretudo os que jogam como 10, estão ficando um pouquinho para trás e ele está aproveitando a chance. Gosto de jogadores canhotos e desequilibradores. Ele tem essas características, ao contrário de outros jovens. E tem marcado pontos”, descreveu.


Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Palmeiras?