Abel fala sobre meio-campo e festeja primeiros pontos: “Vamos meter moedinhas no porquinho”

São Paulo, SP

06-06-2021 21:21:40

O Palmeiras somou seus primeiros três pontos no Campeonato Brasileiro com um triunfo sobre a Chapecoense, alcançado na noite deste domingo. No Allianz Parque, o técnico Abel Ferreira falou sobre a formação do meio de campo e comparou a busca por pontos no torneio nacional ao processo de juntar moedas em um cofre.

“Para quem está em casa, temos que ter paciência, porque isso é um amealhar de pontos. Quase como se fosse um cofre: meter moedinhas no nosso porquinho para, quando chegar no final do campeonato, podermos partir o porquinho e ele estar cheio de pontos lá dentro”, disse Abel, bem-humorado.

“Vamos ganhar muitos jogos e perder outros, mas nosso foco está muito bem definido. É maratona, é juntar pontos para chegar ao final e ter nosso porquinho bem gordinho”, acrescentou o técnico português, que tem a chance de disputar seu primeiro Brasileiro desde o começo.

Atrapalhado por uma série de desfalques, Abel armou o meio de campo com Patrick de Paula, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa contra a Chapecoense. A formação funcionou, já que Patrick era um dos melhores em campo até sair com dores no quadril e Scarpa participou de dois gols.

“Quando fazemos o elenco, levamos sempre em conta as características dos jogadores disponíveis para ter uma equipe competitiva. Com todo respeito pela Chapecoense, temos mais qualidade e pudemos arriscar. Portanto, muitas vezes, o ter mais posse e oportunidades depende muito do adversário”, disse Abel, sobre a formação do meio.

“Apesar das muitas ausências, os jogadores estiveram muito bem. Os três do meio-campo, nossos dois pontas, o Luiz Adriano, nossa linha defensiva. Acho que fizemos uma primeira parte muito boa em termos ofensivos e poderíamos ter chegado ao final com mais gols, já com o jogo praticamente resolvido”, disse o técnico, satisfeito.


Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Palmeiras?