Abel evita comemoração e diz que "filhos" no Palmeiras compensam saudade da família

São Paulo, SP

07-03-2021 20:43:32

Abel Ferreira não se empolga muito com os títulos. Assim como na Libertadores da América, o técnico do Palmeiras falou sobre vibrar apenas momentaneamente com as taças.

O treinador disse que sofreu uma sensação mais forte ao ser eliminado pelo Tigres (MEX) na semifinal do Mundial de Clubes.

"Organização, capacidade, talento e estrutura. Foram essas algumas das palavras que me fizeram aceitar o convite. Ninguém é campeão antes de ser. Temos muita confiança no trabalho. E temos matéria prima, estrutura forte, organização. Foi arriscar, sim, mas quem não arrisca não petisca. Não vim para passar as férias, vim para ganhar troféus. E contei com a ajuda dos nossos jogadores. Fomos criticados no Mundial, mas aguentamos, perceber que estávamos no caminho, aprendemos e seguimos em frente. Nossos torcedores ficaram em casa, se comportaram. Seria espetacular tê-los aqui, mas temos que combater esse grande adversário e precisamos ficar em casa", disse Abel, ao SporTV.

"Eu não vibro muito com as vitórias, não. É passageiro. É uma sensação muito forte, mas logo em seguida passa. Não sei se todos sentem assim, mas é assim como eu me sinto. Vibro no momento. Sensação da derrota do Mundial ficou mais presente. Mas agora sinto que o dever foi cumprido, tornar as pessoas que vivem comigo felizes. Futebol me deu tudo e é minha obrigação retribuir. Tentando ser melhor homem e melhor treinador possível. Indicando o caminho aos jogadores, esses sim os campeões", completou.

Abel Ferreira também lembrou da saudade de sua família em Portugal.

"Pensei neles assim que ganhei o título. A forma de compensar a ausência da minha família é com esses filhos que eu arranjei", concluiu.

O Palmeiras conquistou a tríplice coroa pela primeira vez desde 1993. O Verdão venceu o Paulistão, Libertadores e Copa do Brasil e termina a temporada com chave de ouro.


Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Palmeiras?