Abel comenta postura dos adversários do Palmeiras: “entram com a faca nos dentes”

São Paulo, SP

27/06/22 | 06:00 - 26/06/22 | 21:45

O Palmeiras não teve vida fácil na Ressacada, neste sábado, e ficou no empate em 2 a 2 com o Avaí. O resultado manteve a vantagem da equipe na liderança do Campeonato Brasileiro. Apesar da primeira colocação, o técnico Abel Ferreira avaliou a dificuldade que a equipe encara nos duelos e comentou a postura dos adversários.

“O que vou sentindo é que, onde nós vamos, o adversário joga com a faca nos dentes, como se fosse o último jogo da vida dele. E temos que encarar da mesma maneira. É o que sentimos, não só pela parte dos adversários, mas também pela própria torcida”, avaliou o treinador.

Abel Ferreira comentou ainda como utiliza dessa postura dos adversários para motivar a sua equipe. Segundo o treinador, isso ajuda a manter o Palmeiras concentrado em todas as partidas.

“Isso demonstra a motivação de quem joga contra nós e tem que nos fazer refletir internamente para estar no máximo da nossa concentração. Contra nós, os adversários vão dar o máximo. Eles deixam tudo lá dentro, e nós temos que igualar esses fatores”, completou.


Depois de perder a invencibilidade de 19 jogos na última quinta-feira, quando perdeu para o São Paulo pela Copa do Brasil, e ficar no empate com o Avaí neste domingo, o Verdão tenta agora voltar a vencer.

O próximo adversário do Palmeiras será o Cerro Porteño, do Paraguai, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. A partida acontece na próxima quarta-feira, às 19h30, na casa dos paraguaios.

Deixe seu comentário