Abel assume responsabilidade por erros dos atletas e pede união por final de Libertadores

São Paulo, SP

10-10-2021 08:00:47

A derrota do Palmeiras diante do Red Bull Bragantino, sofrida na noite deste sábado, foi marcada por falhas individuais. Ao analisar a partida disputada no Allianz Parque, o técnico Abel Ferreira procurou proteger seus jogadores e pediu união ao lembrar a final da Copa Libertadores.

Em uma jornada ruim de atletas como Renan, Luan, Danilo Barbosa e Benjamin Kuscevic, o Red Bull Bragantino abriu 3 a 0 ainda no primeiro tempo. O Palmeiras reagiu e chegou a fazer dois gols, mas, enquanto buscava o empate, acabou sofrendo o quarto.

“O maior culpado sou eu. Sou o treinador, sou quem coloco para jogar. Dos jogadores que estão disponíveis, escolho os que acho melhores. Portanto, os erros deles são os meus erros. Eles vão para dentro, tentam dar o melhor que sabem”, disse Abel, sobre os pupilos.

“Assumo inteira responsabilidade pelos erros que meus jogadores cometem. Sou o treinador, eu sou o responsável. Sou eu que estou aqui a dar a cara. Eles tentaram, forçaram, deram o melhor. Certo, cometemos erros. Mas o maior responsável sou eu”, completou.

Há quatro rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro, cada vez mais longe de Atlético-MG e Flamengo, o Palmeiras ainda buscará o tricampeonato da Copa Libertadores. Em 27 de novembro, no Estádio Centenário, o time comandado por Abel encara justamente o adversário rubro-negro.

“Temos que estar todos juntos. Todos somos um, nos bons e maus momentos”, disse o técnico, lembrando o próprio lema. “Não podemos nos esquecer que ainda falta muito até o final e temos uma Libertadores para lutar e conquistar. Precisamos estar todos juntos”, completou.


Deixe seu comentário