Futebol

Cuesta crê na força coletiva do Inter para minimizar desfalque de Edenílson

Cesar Esteves - Porto Alegre , RS
20/08/2019 16:09:25

Em: Campeonatos, Flamengo, Futebol, Internacional, Libertadores, Notícias, Times
A dupla Victor Cuesta e Rodrigo Molego não sofre gols há cinco jogos. (Foto: Ricardo Duarte/Site do Inter)

Sem sofrer gols há cinco jogos, a dupla Rodrigo Moledo e Victor Cuesta quer manter essa escrita no jogo desta quarta-feira contra o Flamengo, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, pela primeira partida das quartas de final da Libertadores. O argentino afirmou que sabe das dificuldades que o time vai enfrentar no confronto.

“Vamos tentar fazer um grande jogo e vencer o Flamengo, sempre os respeitando. O estádio estará cheio, jogo difícil, mas temos que fazer o que a gente vem fazendo nessa Libertadores, porque estamos no caminho certo”, analisou. 

Edenílson nessa temporada tem sido o motorzinho do meio-campo vermelho. Lesionado, o volante deve ficar de fora do confronto diante dos cariocas. Cuesta confia na qualidade do elenco para suprir ausência do jogador. 

“Sabemos da importância do Edenílson e do bom momento que vive. Mas nós temos outros jogadores que estão fazendo um grande trabalho. Isso ficou demonstrado no jogo contra o Fortaleza. O elenco está forte, vem trabalhando muito e conseguindo resultados’, comentou.

Nesta terça-feira, o técnico Odair Hellmann mais uma vez comandou um treino fechado no Beira-Rio. Recuperado de lesão, o volante Rodrigo Lindoso retoma a titularidade. A única dúvida fica para o substituto de Edenílson no meio-campo. Nonato e Bruno Silva concorrem por uma vaga no time titular. 

Uma provável escalação do Inter deve ter: Marcelo Lomba, Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel, Rodrigo Lindoso, Nonato (Bruno Silva), D´Alessandro e Patrick, Nico López e Paolo Guerrero. A delegação gaúcha chega no final da tarde de hoje no Rio de Janeiro.