Ganso é suspenso por nove partidas pelo TJD após confusão no clássico

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

08-04-2019 19:12:35

Mesmo já eliminado do Campeonato Estadual, o meia Paulo Henrique Ganso compareceu no TJD-RJ por conta da expulsão na semifinal da Taça Rio. Na ocasião, o jogador do Fluminense recebeu o cartão vermelho após confusão com o quatro árbitro do clássico.

Ganso foi denunciado em dois artigos: 254-A (agressão física), com pena mínima de 180 dias por ser contra membro da arbitragem; além do 258 (conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva), com pena de 1 a 6 jogos.

Em seu depoimento, Ganso iniciou falando que este era seu primeiro julgamento: "Primeira vez que estou participando de um julgamento desses. Em minha carreira toda nunca tinha participado. Nunca fui denunciado".

Depois, o jogador respondeu os questionamentos do Tribunal e explicou o ocorrido: "Quando ele coloca a mão no meu peito, apenas afasto o braço dele. Foi indisciplinado, coisa feia, não é para atleta fazer isso. Mas foi mais para tirar a mão dele".

O advogado do Fluminense, Carlos Portinho, tentou mudar o artigo em que o ocorrido se enquadrou, mas o pedido foi rejeitado pelo TJD. Em seguida, os auditores confirmaram a pena em nove jogos.

A punição só vale para jogos do Estadual. Como o Fluminense foi eliminado, Ganso só vai ter que cumprir a suspensão no Carioca de 2020. O meia está liberado para atuar nesta terça-feira, contra o Luverdense-MT, pela Copa do Brasil, no Maracanã.

Além de Ganso, o Fluminense foi multado em R$ 13 mil pela confusão no clássico, além de mais R$ 2 mil por problemas com os gandulas durante a partida contra o Flamengo.

Deixe seu comentário