Fluminense espera grande público contra o Santa Cruz

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
15/04/2019 11:39:00

Em: Copa do Brasil, Fluminense, Futebol

O Fluminense iniciou a semana se preparando para a partida de ida da quarta fase da Copa do Brasil, contra o Santa Cruz-PE, prevista para a próxima quarta-feira, às 21h30(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). A competição é uma das prioridades nas Laranjeiras, pois é considerada um atalho na luta por uma vaga na próxima Copa Libertadores. Os jogadores e a diretoria esperam a presença de um grande público.

O clube divulgou uma série de promoções para poder lotar o estádio. Um dos posts em redes sociais anunciou: “Check-in aberto para os planos Tricolor de Coração, Pacote Futebol e Check-Ins 2019! Membros destes planos poderão carregar no cartão de sócio ou E-Ticket dois ingressos para o setor Sul com 100% de desconto”.

“Temos a certeza de que o torcedor vai seguir nos apoiando nos jogos em casa”, disse o atacante Luciano.

Tricolor quer um Maracanã cheio para duelo da Copa do Brasil (FOTO: LUCAS MERÇON/FFC)

Além disso, outro atrativo é o retorno do atacante Pedro, que deverá ser relacionado pela primeira vez em 2019. O artilheiro lesionou o joelho direito em uma partida do Campeonato Brasileiro do ano passado, contra o Cruzeiro. Teve que se submeter a uma cirurgia e desde então vem lutando pela recuperação. O fato aconteceu em um momento que vivia ótima fase, inclusive sendo convocado pelo técnico Tite para amistosos internacionais da Seleção Brasileira.

Nesta terça-feira, o elenco do Fluminense treina na parte da tarde e acontecerá a definição da escalação que vai a campo. A base que eliminou o Luverdense-MT com um triunfo por 2 a 0 na semana passada será mantida pelo técnico Fernando Diniz. Após a atividade começa o período de concentração.

Fora de campo o Conselho Deliberativo do Fluminense conseguiu que o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) liberasse as urnas eletrônicas para a eleição presidencial do clube, que deverá acontecer em junho. O presidente Pedro Abad conseguiu em um esforço que reuniu inclusive membros da oposição para antecipar o pleito, que aconteceria apenas no fim deste ano. O dirigente não deseja mais seguir à frente do Tricolor, uma vez que vem sofrendo com a resistência de diversas correntes políticas. Algumas, inclusive, tentaram seu afastamento em dezembro de 2018.