Futebol/Fluminense

Bruno Silva acusa árbitro de fazer palhaçada

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
20/07/2019 14:20:10

Em: Bastidores, Brasileiro Série A, Fluminense, Futebol

O volante Bruno Silva era um dos jogadores mais indignados com a atuação do árbitro Bruno Arleu no clássico diante do Vasco. O experiente jogador do Fluminense reclamou principalmente da expulsão do zagueiro Frazan. O zagueiro tricolor recebeu cartão vermelho direto após disputa com Yago Pikachu. Em entrevista ao canal Sportv, Bruno Silva não perdoou:

“Não gosto nem de falar, mas foi uma palhaçada o que o juiz fez hoje”, disparou.

Para o jogador do Fluminense, houve um exagero na atitude do árbitro que mostrou cartão vermelho para Frazan porque a bola estava dividida entre os dois jogadores. E também culpou o árbitro de vídeo pela situação.

“Agora porque tem o VAR os caras se apegam ao erro porque acham que vai ser corrigido”, disse.

Bruno Silva explicou que a bola estava em disputa entre Pikachu e Frazan e não poderia ser mostrado o cartão vermelho ao zagueiro do Fluminense.

“Não dá pra confiar. O VAR está acabando com o futebol”, admitiu.

O técnico Fernando Diniz concordou com a análise de Bruno Silva. Na entrevista coletiva, ele disse que o Fluminense fazia uma partida equilibrada e as expulsões acabaram determinando o resultado.

Nenê fez sua estreia pelo Fluminense (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

“Se jogasse 11 contra 11 provavelmente Flu teria vencido a partida”, revelou o treinador.

O técnico tricolor disse que o time já entrou muito modificado em função dos desfalques, o que prejudicou o entrosamento. E explicou que escalou Nenê porque ele mostrou que estava em boas condições para estrear, apesar de ter características diferentes de Paulo Henrique Ganso, o titular da posição, que cumpriu suspensão. E lamentou as ausências de alguns titulares:

“Perdemos um pouco da harmonia que o time tinha para sair e produzir ataques”, comentou.