Juan vê Flamengo no caminho certo e quer contribuir com experiência

São Paulo, SP

25-12-2015 13:56:46

Mesmo aos 36 anos, Juan foi um reforço celebrado por muitos torcedores do Flamengo. Identificado com o clube, que defendeu entre o fim da década de 1990 e o início dos anos 2000, o zagueiro leva ao grupo comandado por Muricy Ramalho muita experiência e bagagem internacional.

“Acho sempre importante a troca de experiência e informação. Sempre procurei passar minha bagagem por onde estive. E o Flamengo tem grandes jogadores também, capazes de ser líderes. Quero, dentro de campo, contribuir, e fora de campo também estarei aberto a ajudar”, declarou o defensor à Rádio Tupi, mostrando pro-atividade em seu retorno à Gávea.

Projetado pelo Rubro-Negro, Juan defendeu a equipe profissionalmente entre 1996 e 2002. Após esse período, transferiu-se para o Bayer Leverkusen, da Alemanha, onde atuou por cinco temporadas até ser negociado com a Roma, da Itália. Passou outros cinco anos na equipe giallorossa antes de retornar ao Brasil, para defender o Internacional, em 2012.

Os longos períodos em que esteve nos clubes pelos quais passou o consagraram como um jogador confiável. Fora de campo, também se caracterizou por postura serena e ponderada, que o levou a ser um dos integrantes de destaque do movimento Bom Senso FC. Assim credenciado, o defensor comentou a gestão do Flamengo.

“Acompanho com felicidade (a mudança de estrutura do clube). Participo do Bom Senso, e a gente defende o fair-play financeiro. O Flamengo é um exemplo nesse ponto. Para se tornar uma potência, é preciso trabalhar a parte financeira e a estrutura. Quando tudo isso estiver adiantado, o clube vai ter dado um grande passo para se tornar potência”, analisou, em tom elogioso, mas comedido.

O fato de o Rubro-Negro ter aderido ao Profut, programa para refinanciamento da dívida dos clubes com contrapartidas de gestão e responsabilidade fiscal, é um dos pontos bem vistos pelo zagueiro.

Segundo o presidente Eduardo Bandeira de Mello, reeleito no último dia 7 de dezembro, o clube continuará nesse caminho. Parece ser essa também a vontade do técnico Muricy Ramalho. Em sua apresentação, o comandante garantiu que seus objetivos são tanto resultados dentro de campo quanto a organização do clube fora dele.

Deixe seu comentário