Diretoria do Cruzeiro prepara recurso para evitar exclusão do Profut

São Paulo, SP

12-02-2020 15:13:01

Cruzeiro vive crise desde 2019, ano do primeiro rebaixamento da história do clube. Foto: Igor Sales/ Cruzeiro

O Cruzeiro tem mais um problema para resolver fora dos gramados. Nesta segunda-feira, o clube foi notificado de que será excluído do Profut, programa do Governo Federal para refinanciamento de dívidas. Isso significaria que, uma vez fora do programa, o time perderia todos os benefícios que obteve quando fez a adesão. Ou seja, voltará a ter receitas bloqueadas e penhoradas para o governo.

Agora, o clube tem dez dias para recorrer à decisão, e garante que fará todo o esforço para evitar a exclusão permanente. Em nota oficial, o Núcleo Dirigente Transitório cita os erros administrativos da antiga gestão do clube como principal motivo para o problema.

"A situação difícil do Clube ocorre principalmente porque a última administração deixou de pagar o imposto corrente, em números que ainda estão sendo consolidados. O Núcleo Dirigente Transitório, que gere o Cruzeiro desde 23 de dezembro, após a renúncia da administração de Wagner Pires de Sá, também identificou que havia ainda parcelas em atrasos do próprio Profut", diz parte do comunicado oficial.

Esse é mais um episódio da grande crise enfrentada pelo Cruzeiro. Bicampeão da Copa do Brasil em 2017 e 18, o clube viveu um ano terrível em 2019, causando o primeiro rebaixamento de sua história. Com altas dívidas e problemas administrativos, o Cruzeiro tenta se reerguer em 2020.

Deixe seu comentário