Cruzeiro libera Fábio, Dedé e Judivan para início da preparação física

Do correspondente Marcellus Madureira - Belo Horizonte,BH

25-01-2017 11:09:43

A Raposa mandou ao torcedor três boas notícias na tarde dessa terça-feira. Os jogadores que estavam no departamento médico, o goleiro Fábio, o zagueiro Dedé e o atacante Judivan foram liberados para a preparação física e o retorno do trio está cada vez mais próximo.
Os três já vinham fazendo trabalhos nos gramados da Toca da Raposa II, mas ainda era uma etapa da fisioterapia. No treino de terça, entretanto, o clube confirmou que os atletas já deixaram o DM e agora fazem aquele processo de transição - quando o atleta deixa os médicos e inicia o trabalho físico para retorno as atividades com o restante do grupo.
O goleiro Fábio sofreu uma lesão no joelho direito, em agosto de 2016. O atleta precisou ser submetido a procedimento cirúrgico e a previsão de recuperação era de oito meses, superando, portanto, as expectativas de retorno.
Os outros dois casos são mais complicados. O zagueiro Dedé vem lutando contra as lesões no joelho direito há dois anos e, durante esse tempo, buscou tratamento até nos EUA. Em agosto de 2016, Dedé voltou a sentir dores quando passou por novo procedimento. Para ter certeza da completa recuperação do zagueiro, o departamento médico do clube preferiu aguardar e preparar o jogador para a temporada 2017.
Já o caso de Judivan começou em 2015, quando defendia a seleção brasileira de base. O atleta sofreu uma forte entrada e foi, imediatamente, afastado. A expectativa de retorno era para 2016, mas os seguidos problemas atrasaram a recuperação. Na temporada passada, quando vivia o sonho de retornar, a melhora não teve evolução e o atleta precisou passar por nova artroscopia. Seu retorno também é considerado surpreendente, sobretudo, pela recuperação ter sido prevista para 10 ou 12 meses.
Marcos Vinícius vira problema
O jovem Marcos Vinícius sofreu uma torção no tornozelo, no jogo-treino contra o Araxá, no último domingo, e vai ao departamento médico. O atleta, no entanto, não gera preocupação e seu retorno deve acontecer em breve.
Deixe seu comentário