Cruzeiro derrota Riascos na Justiça e receberá R$ 2,2 milhões do atacante

São Paulo, SP

26/12/16 | 21:46

Riascos perdeu a compostura após a derrota para o Fluminense e, desde então, não joga na Raposa

Riascos perdeu a compostura após a derrota para o Fluminense (Washington Alves/Light Press)
Riascos perdeu a compostura após a derrota para o Fluminense e, desde então, não joga na Raposa (Washington Alves/Light Press)

O Cruzeiro conseguiu uma importante vitória na Justiça nesta segunda-feira, contra o atacante Riascos, e terá uma grana extra para ajudar o clube em 2017. Em processo instaurado após o jogador colombiano forçar uma saída do clube ao dizer que sua felicidade havia sido tirada quando ele teve de sair do Vasco, no primeiro semestre deste ano, o atleta terá de desembolsar R$2,262 milhões para romper seu vínculo com o clube, válido até dezembro de 2017.

Os advogados da Raposa se basearam no fato de que o avante recebeu cerca de R$ 5 milhões em salários durante a última temporada para chegar ao valor da punição. O resultado chegou ao conhecimento do público nesta segunda após julgamento do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

“Agora, se ele quiser sair do clube, vai ter que depositar essa caução”, afirmou o advogado cruzeirense Matheus Corrêa da Veiga ao jornal Superesportes. Na última sexta, ambos tentaram uma ação de conciliação, mas não chegou-se a um denominador comum.

O problema começou em junho, quando Riascos reclamou após a derrota para o Fluminense, no Rio de Janeiro. "Isso não está certo, eles não podem tirar minha felicidade para vir jogar nesta m...", disse o atleta, afastado logo em seguida pela diretoria. Em agosto, ele tentou romper seu contrato com o clube, alegando que estava sendo impedido de exercer a sua profissão, mas a ação determinou a multa de R$ 2,2 milhões para que isso acontecesse.

Deixe seu comentário