Ídolo do Coxa, goleiro Wilson lamenta lanterna do Brasileiro: “São noites sem dormir”

São Paulo, SP

09-01-2021 21:13:57

Goleiro do Coritiba desde 2015 e ídolo do clube, o goleiro Wilson lamentou o fato de a equipe figurar na lanterna do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o Coxa recebeu o Athletico-PR, em clássico realizado no Couto Pereira, mas, embora tenha dominado o jogo, não conseguiu sair de campo com a vitória que tiraria provisoriamente a equipe da última colocação.

“Eu já sou um cara que me cobro muito, me dedico, cobro os companheiros, e todos sabem que até nos momentos bons sou um cara que estou sempre querendo mais, querendo melhorar. Imagina nessa situação, com toda a dedicação que tenho, toda a identificação com o clube. Estou tentando ajudar todos os companheiros, o momento é complicado, são noites sem dormir, pensando no que podemos fazer. Às vezes, acabamos cobrando até um pouco a mais, como no jogo anterior, em que dei uma chamada maior no vestiário, para tentar motivar os companheiros. Enquanto estiver aqui, vou continuar me dedicando, batalhando firme. Agora temos uma semana inteira para o professor desenvolver um pouco mais o trabalho dele. Viemos para esse jogo com um treino dele na base da conversa”, afirmou Wilson ao EI.

Neste sábado, o novo técnico do Coritiba, Gustavo Morígio, acompanhou o clássico Athletiba das tribunas de honra do Couto Pereira. O uruguaio teve apenas um treino para ajustar a equipe antes dessa partida e por isso preferiu não ficar à beira do campo. Agora, restando nove rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, o Coxa se vê obrigado a cumprir uma missão quase impossível para se livrar do rebaixamento, já que a distância para o Vasco, primeiro clube fora do Z4, é de sete pontos, e o Cruzmaltino tem um jogo a menos, podendo ampliá-la para dez.

“Sabemos que estamos em uma situação difícil, a cada rodada repetimos esse discurso, mas todos sabem as dificuldades que estamos passando desde o início do ano, durante a competição muitos erros fora e dentro de campo também, deixamos a desejar muito. Viemos com esse discurso, com esse pensamento, por se tratar de um clássico. Tínhamos que esquecer tudo o que fizemos, o torcedor esperava muito e sabia o quão importante era essa vitória para nós”, prosseguiu o goleiro do Coritiba..

“O jogo não foi tão bonito, clássico é sempre muito pegado, disputado. Quando uma equipe vem em um momento como o nosso, os cuidados são maiores, mas tentamos, buscamos dentro das nossas dificuldades. Tivemos as melhores oportunidades, mesmo sendo chutes de fora da área. Infelizmente, na fase em que estamos a bola também acaba batendo na trave e indo para fora. Mas, não podemos jogar a toalha, temos que continuar lutando, batalhando para tentar tirar o Coritiba dessa situação”, concluiu Wilson.

Deixe seu comentário