Gazeta Esportiva

Zagueiro foi quase vendido ao Inter e tornou-se peça importante no Corinthians

São Paulo, SP

29/11/22 | 07:00

O zagueiro Bruno Méndez iniciou o ano no Internacional e quase chegou a ser vendido em definitivo, mas, após negociações arrastadas e ausência de uma proposta oficial por parte do clube colorado, ele foi repatriado pelo Corinthians e, no segundo semestre, foi peça fundamental para a sequência do clube paulista.

Bruno defendia as cores do Inter desde julho de 2021, com 47 jogos somados e dois gols anotados, grande parte como titular. Com grande identificação, sua permanência era dada como certa pela torcida do sul, mas acabou não se concretizando - a diretoria alvinegra, inclusive, chegou a flexibilizar os valores.

No Alvinegro, ele disputaria vaga com Gil, Raul Gustavo, Robson Bambu, Bruno Melo (que também atuava na lateral) e João Victor. Robert Renan ainda não era frequentemente utilizado.


Pouco tempo após o retorno do uruguaio, porém, João Victor acabou vendido ao Benfica em definitivo, abrindo ainda mais possibilidades para os defensores à disposição. Além de zagueiro, Méndez também foi utilizado como lateral direito de forma improvisada em alguns momentos, principalmente na reta final de 2022.

Ao todo, foram 21 jogos disputados pelo Corinthians de junho a novembro, com dois cartões vermelhos e um amarelo no período, além de uma assistência contabilizada.

Ele foi escolhido para jogos importantes, como parceiro de zaga de Balbuena na Libertadores, contra o Flamengo. Na Copa do Brasil, como defendeu as cores do Internacional, não pôde atuar pelo Alvinegro.

Vale lembrar que Bruno Méndez chegou ao Corinthians vindo do Montevideo Wanderes, equipe que o revelou, em fevereiro de 2019. No período até o empréstimo para o Colorado, ele havia disputado 44 partidas, 35 deles como titular, com um gol marcado. Seu contrato vai até dezembro de 2023.

 

Deixe seu comentário