Gazeta Esportiva

Walter retoma titularidade e Rodriguinho treina normalmente

São Paulo, SP

12/11/16 | 17:00 - 12/11/16 | 17:13

O técnico Oswaldo de Oliveira já tinha avisado que a posição de titular no gol do Corinthians estava indefinida. O treinamento da manhã deste sábado só comprovou o discurso do treinador, já que o goleiro Walter, que voltou ao campo após dores na coxa na quinta-feira, e foi reserva na sexta, reassumiu a titularidade.

Oswaldo de Oliveira comandou um treinamento coletivo de pouco mais de uma hora neste sábado. Além de Walter, Rodriguinho, que também voltou a correr na sexta-feira, retomou sua vaga no time titular. Assim, o Timão foi armado com Walter; Léo Príncipe, Pedro Henrique, Léo Santos e Marciel; Willians; Giovanni Augusto, Camacho, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Lucca.

Além de Cássio, quem saiu perdendo com os retornos foi Rildo, que disputava posição de titular com o meio-campista Camacho. A dupla foi bastante elogiada por Oswaldo, mas o ex-Audax ficou com a vaga.


O time reserva teve Cássio; Mantuan, Vilson, Vinícius Del’Amore e Warian; Jean; Rildo, Jô, Cristian e Marlone; Gustavo. As baixas na atividade foram o atacante Guilherme, que ainda não treinou nesta semana por conta de dores no adutor da coxa direita, e o lateral Uendel, que se recupera de tendinite no tornozelo esquerdo e faz recondicionamento muscular.

Além da dupla, Fagner é desfalque porque serve a Seleção Brasileira e Guilherme Arana está com a Seleção Sub-20. O lateral esquerdo, no entanto, é esperado no Timão para o começo desta semana e deve atuar na próxima partida. Já Romero e Balbuena estão com a seleção paraguaia e também foram ausências no treino.

Leia mais:

Oswaldo se emociona com resgate da Seleção Brasileira e tece elogios a Tite

Timão contrata coordenador de base com 14 títulos no Sub-18 do clube

O Corinthians encara o Figueirense, nesta quarta-feira (16), às 21h45 (de Brasília), no Orlando Scarpelli, pela 35ª rodada do Brasileirão. O Timão está na sétima colocação e soma 50 pontos no Brasileirão, um a menos que o Atlético-PR, que fecha o G6 da competição.

Deixe seu comentário