Vencer o medo é a última etapa da recuperação de Ramiro no Corinthians

Tiago Salazar - São Paulo,SP

22-04-2020 05:00:38

Quando as atividades forem retomadas no Corinthians, Ramiro deve se juntar ao grupo e ficar à disposição de Tiago Nunes. O meio-campista se recupera de uma lesão no ligamento medial do joelho direito desde o início de fevereiro.

Além do ritmo de jogo que precisará readquirir, há uma última etapa importante no tratamento a ser vencida pelo jogador: o receio de pôr o pé em uma dividida, fator que afeta a maioria dos atletas em momentos semelhantes a este de Ramiro.


Em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, o gaúcho reconheceu que a situação agora é diferente de 2015, quando lesionou o ligamento do joelho esquerdo duas vezes.

Te confesso que já passei por cirurgia de joelho e acho que quando operei voltei até mais seguro. É mais demorado, fiquei seis meses tratando na época, e agora fiquei só 40 dias. Mas, por ser um ligamento medial da minha perna de passe, da perna da dividida, a desconfiança agora para voltar é um pouco maior. Eu estava perdendo isso aos poucos, com os treinamentos específicos. Com essa paralisação, a gente dá uma freada. Espero que seja jogo rápido.

Ramiro acredita que o elenco deve ter pelo menos 15 dias para treinar antes dos campeonatos voltarem a ser disputados. Na opinião dele, tempo suficiente para se tornar opção a Tiago Nunes novamente.

“Eu estava passando por essa fase. Talvez, na volta aos treinos eu ainda sinta uma leve desconfiança, um leve medo. Com os treinos isso passa”.

Também em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, o preparador físico Michel Huff confirmou que Ramiro deve ter condição de jogar a partir do retorno das atividades.

“Essa é a ideia. Eu já estava no período de transição, quase liberado para treinar com o grupo, ainda com resquício de dor, algo que eu só ia perder com os treinamentos. Com essa pausa, me obriguei a continuar treinando em casa para não perder a parte muscular”, concluiu o atleta do Corinthians.

 

Deixe seu comentário