Sheik não acredita em rebaixamento do Corinthians, mas faz alerta à torcida

São Paulo, SP

21-06-2021 08:00:26

Com a camisa do Corinthians, Emerson Sheik conquistou sete títulos. Agora, o atacante aposentado sabe que a situação da equipe é bem diferente. Mesmo assim, o herói da final da Libertadores de 2012 não acredita que o Timão será rebaixado no Campeonato Brasileiro.

"É difícil acreditar que o Corinthians vai cair com um cara tão apaixonado, tão comprometido, tão responsável como é o Duilio, hoje, no Corinthians. É difícil acreditar no Corinthians não somando 45 pontos com Cássio, Fagner, Gil, Jô, Fábio Santos, Luan, que não está jogando nada, mas está lá, é muito difícil acreditar que um elenco com esses jogadores cai para a segunda divisão, principalmente o Corinthians, com a força da sua camisa", disse Sheik em entrevista ao Mesa Redonda, da TV Gazeta, nesse domingo.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

"Eu, particularmente, acho que o Corinthians não cai, mas não vai ser um ano bacana, principalmente para os jogadores, porque essa cobrança do torcedor vai se estender para o restaurante, para o shopping. Isso é uma cultura nossa. O jogador vai ter de tomar cuidado para frequentar uma loja, para comprar uma roupa, para ir a um shopping. Então, a galerinha, tem aí a galerinha que gosta de ir para uns lugares mais engraçadinhos, tem que tomar muito cuidado também, porque sempre tem um corintiano. E com a fase ruim desse jeito, tem de tomar muito cuidado".

Pelo Corinthians, Sheik foi campeão Paulista (2013 e 2018), Brasileiro (2011 e 2015), da Libertadores (2012), Mundial de Clubes (2012) e da Recopa Sul-Americana (2013). Em 2019, ele também trabalhou como coordenador de futebol no clube. Toda essa experiência faz o ex-jogador acreditar que o atual presidente, Duilio Monteiro Alves, com quem ele conviveu por tanto tempo, é a pessoa certa para mudar o rumo do clube.

"Acredito muito no Duilio. Ele é um cara que é capaz de fazer a diferença no Corinthians. Vai precisa de tempo, porque o rombo é muito grande, a divida é quase 1 bi, vai precisar de tempo e pessoas boas para reverter essa situação. A torcida vai ter de ter paciência, com Duilio falando e todos sabendo que não tem dinheiro para investir, a torcida vai ter de ter paciência porque não vai ser um ano maravilhoso".

"É difícil o torcedor entender que não pode contratar, ele não entende que vai perder, mas o torcedor precisa ter um pouco de paciência. Ele se acostumou na última década a comemorar títulos e títulos, mas vai sofrer um pouco agora. Tem de ter essa consciência, sentar e esperar, porque para reformular, e não vai ser da noite para o dia".


Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?