Rodriguinho se destaca e titulares recebem aplausos de Oswaldo

Tomás Rosolino - São Paulo,SP

05-12-2016 19:30:50

Corinthians se reapresentou nesta segunda após folgar no final de semana

Corinthians se reapresentou nesta segunda após folgar no final de semana (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Corinthians se reapresentou nesta segunda após folgar no final de semana (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

No primeiro treino do Corinthians após o fim de semana de folga dado aos jogadores, os titulares do Alvinegro dominaram completamente a equipe reserva e venceram uma espécie de coletivo por 2 a 0, com gols de Marlone e Rodriguinho, no CT Joaquim Grava, na tarde desta segunda-feira, como preparação para a partida de domingo, contra o Cruzeiro, no Mineirão, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Satisfeito com o desempenho, Oswaldo de Oliveira aplaudiu o time principal aos gritos de "parabéns" a cada acerto.

A atividade, por sinal, foi toda voltada para o duelo, que vai definir a presença da equipe na Copa Libertadores da América do ano que vem. Marcada para as 16h (de Brasília), a movimentação só teve início por volta das 17h10, depois da exibição de diversos vídeos sobre os mineiros nas dependências internas do CT. O procedimento, por sinal, deve ser repetido outras vezes durante a semana.

Depois da exposição visual, o técnico Oswaldo de Oliveira colocou os jogadores para trabalharem durante uma hora trocas de passes curtos, em diversas modalidades. Primeiro no tradicional "bobinho", depois em competições de equipes e, por último, com a divisão dos atletas em quatro grupos diferentes, espalhados por quadrados pintados no campo, sem poder deixar a bola sair daquele espaço.


Quando sentiu que os atletas já estavam preparados, Oswaldo levou ao gramado vizinho o time titular, sem coletes, e colocou os reservas do outro lado. Realçando sempre que aquele "não era um coletivo", o comandante pediu que os jogadores trabalhassem bastante a marcação pressão sobre o adversário e a saída de bola rápida pelos lados, principalmente nos pés dos laterais, além da recomposição defensiva.

Os titulares tiveram Walter; Fagner, Vilson, Balbuena e Uendel; Cristian, Romero, Camacho, Rodriguinho e Marlone; Guilherme. Do outro lado, sem o garoto Léo Príncipe, entregue ao departamento médico por causa de uma amigdalite, o treinador escalou Cássio; Ameixa, Pedro Henrique, Léo Santos e Guilherme Arana; Jean, Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto, Marciel e Rildo; Lucca.

Ameixa, por sinal, teve ouvir muitas críticas dos companheiros com a bola rolando, principalmente ao errar na saída de jogo e ceder a bola para o segundo gol dos titulares, marcado por Rodriguinho. Antes, em jogada bem trabalhada por Romero, pela direita, o paraguaio rolou para trás, o meia ajeitou e Marlone bateu no canto direito para abrir o placar, arrancando aplausos de Oswaldo.

Com 55 pontos conquistados, o Alvinegro está um ponto atrás de Botafogo e Atlético-PR, sexto e quinto colocados, respectivamente. Para conseguir atuar no torneio continental, a equipe precisa vencer o Cruzeiro, no dia 11 de dezembro, no Mineirão, e torcer para que um dos dois adversários não vença as suas respectivas partidas. No mesmo dia, o Fogão visita o Grêmio e o Furacão recebe o Flamengo.

Deixe seu comentário