Preparador quer pechincha em carro de Cássio, a caminho da Turquia

Marcos Guedes - São Paulo,SP

11-01-2016 12:24:00

Fábio Mahseredjian não é diretor, motivo pelo qual não quis confirmar a saída de Cássio para o Besiktas. O preparador físico do Corinthians sabe que o goleiro está a caminho da Turquia, no entanto, e espera aproveitar a mudança para uma pechincha em seu próximo automóvel.

“A única coisa que falei para ele foi que vou comprar o carro dele se ele for embora. A melhor coisa é comprar carro de jogador. O carro que tenho era do Alecsandro. Cobrou 70% do valor”, brincou, referindo-se ao centroavante do Palmeiras, com quem trabalhou no Internacional.

Barganha à parte, Mahseredjian disse que Cássio não participou do coletivo de segunda-feira porque precisa correr para perder peso, não necessariamente porque está de saída. Também foi por razões físicas, segundo ele, que Alexandre Pato – jogador que o clube está louco para vender – ficou fora da atividade.

Seja como for, o clima é de despedida com o goleiro, campeão de quase tudo com a camisa do Corinthians. Como a maior parte da torcida, o preparador físico guarda na memória sua atuação contra o Vasco, na campanha do título da Copa Libertadores de 2012, e seu desempenho na final do Mundial do mesmo ano, contra o Chelsea.

“A defesa contra o Vasco, do Diego (Souza), que perdeu o gol cara a cara. Essa é a primeira lembrança”, sorriu. “A segunda é no Mundial. O jogador cortou para dentro, não sei quem foi. Isso, o Moses. E ele foi buscar”, acrescentou, antes de voltar às quartas de final da Libertadores.

“Naquele lance do Diego Souza, foram seis ou sete segundos que pareceram uma eternidade: ‘Meu Deus do céu, de novo não’. O Cássio fez a defesa que nos salvou”, comentou Fábio Mahseredjian, já saudoso do arqueiro que dava trabalho para perder peso. “O carinho vai existir sempre.”

Deixe seu comentário