Médico e fisioterapeuta do Corinthians discutem em meio a incerteza sobre Léo Santos

Tomás Rosolino - São Paulo , SP
16/10/2018 17:46:01 — 16/10/2018 18:06:55

Em: Brasileiro Série A, Copa do Brasil, Corinthians, Escolha do editor, Futebol
Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O treino aberto do Corinthians para a sua torcida teve muita festa da galera, mas um ponto crítico após o final do aquecimento. O zagueiro Léo Santos, que virou dúvida por causa de um incômodo muscular na coxa esquerda sentido no clássico contra o Santos, no sábado, não participou da parte de bolas paradas. Após falar brevemente com o médico Ivan Grava, ele viu o fisioterapeuta Caio Mello se juntar a discussão, que mostrou-se bastante acalorada (vídeo acima, registrado pela Gazeta Esportiva).

Mesmo dentro do gramado e às vistas da torcida, Mello e Grava conversaram por alguns minutos enquanto Léo, com uma bola para si, ficava sentado na área da comissão técnica. O zagueiro se afastou da dupla, que continuou a debater intensamente. Mello, o que mais falou na discussão, chegou a colocar seu rosto frente a frente com Grava, que ouviu tudo que o companheiro de comissão tinha a falar.

Ao final, Mello colocou os dois polegares no peito de Grava, que devolveu o “afago” com uma mão no peito e teve o braço afastado pelo companheiro. Procurada, a assessoria de imprensa do Corinthians disse que o episódio foi algo corriqueiro do trabalho da dupla, que não iria comentar o caso.

Não há como afirmar que Léo Santos era o motivo da discussão, apesar de o cenário apontar para isso. O jogador é dúvida para a partida de quarta. Houve consenso na reportagem que aquela cena não é comum nos treinamentos, ainda que possam ser discussões normais de trabalho. O Timão, que precisa reverter a derrota por 1 a 0 sofrida em Belo Horizonte, recebe o Cruzeiro na noite desta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na mesma Arena Corinthians.




×
Quer receber notícias do Corinthians?