Mancini fala em reorganizar o Corinthians e aprova estreias de Rodrigo e Cauê

Tiago Salazar - São Paulo,SP

28-02-2021 21:39:37

O Corinthians empatou pela terceira vez seguida por 0 a 0. Neste domingo, o desafio foi contra o Red Bull Bragantino, fora de casa, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

Vagner Mancini admitiu que a ausência de gols está incomodando - o time já não vence já seis jogos -, mas também preferiu salientar a recuperação do sistema defensivo. O técnico também aproveitar para explicar o motivo de só ter mexido na equipe a partir dos 24 minutos do segundo tempo.

"Realmente, no segundo tempo a equipe errou muitos passes, isso acabou me irritando, mas tínhamos uma estratégia de jogo e a partir do momento que eu fizesse as substituições, a gente mudaria a maneira de jogar. Por isso eu esperei um pouco mais do que normalmente faço, para que a gente não tivesse um choque e a equipe não tivesse que jogar de outra forma sem experiência de treinamento. É necessário que nesse momento de transição todos nós tenhamos calma e pensar para a equipe não ficar desorganizada".

Se o resultado a atuação não foram dos melhores, o jogo valeu pela estreia de Rodrigo Varanda e Cauê. Ambos têm apenas 18 anos de idade e causaram boa impressão a Mancini.

"Eu vi hoje o Rodrigo muito bem, vi o Cauê muito bem também, isso abre uma perspectiva muito interessante, até para atuar com um homem mais de área no dia que não tivermos o Jô, então, o Cauê mostrou que pode ser muito útil, abre a possibilidade de alterar a equipe e fazer com que a equipe jogue de uma maneira diferente".

Na quarta-feira, o Corinthians volta a campo para enfrentar o Palmeiras, na Neo Química Arena, às 19 horas.


Veja outros trechos da coletiva de Vagner Mancini:

Rodrigo como titular
"A decisão foi tomada a partir do momento que a gente analisou muito o último mês de treinamento, ele está há um certo tempo com a gente, vinha se destacando, vem evoluindo muito bem, só não foi utilizado no Brasileiro porque não estava inscrito. Fez um bom jogo, teve uma leitura bacana da partida, óbvio que cansou, mas tenho certeza que vai dar uma ótima ajuda ao nosso elenco para essa temporada".

Parte física
"Está todo mundo muito desgastado, não só a equipe do Corinthians. O primeiro tempo foi extremamente jogado, duas equipes adiantadas, e o segundo tempo foi mais disputado, porque o cansaço vai batendo, começa a errar mais".

A cara do Corinthians para 2021
"Cara do Corinthians ainda não está definida para esse ano, ainda é o primeiro jogo, isso vai ser construído. É necessário que a gente tenha de ter um pouco de tempo. O espírito foi mostrado, já achei diferente nesses dois últimos jogos, hoje e lá contra o Internacional, quando a equipe brigou muito. Nesse sentido, acho que estamos no caminho certo".

Receio em queimar os jovens
"Não tenha dúvida que estamos atentos a isso. O fato de mesclar uma equipe com jovens não quer dizer que vai jogar um peso excessivo nos atletas. Tem de ter uma mescla de experiência. Eu vi hoje o Rodrigo muito bem, vi o Cauê muito bem também, isso abre uma perspectiva muito interessante, até para atuar com um homem mais de área no dia que não tivermos o Jô, então, o Cauê mostrou que pode ser muito útil, abre a possibilidade de alterar a equipe e fazer com que a equipe jogue de uma maneira diferente".

Ataque sem fazer gols
"Me incomoda muito, hoje até tivemos oportunidades no primeiro tempo, poucas no segundo, necessita de ajustes, mas a equipe não toma gols há três jogos, estamos reorganizando a equipe, é necessário que pare de tomar gols, estamos ainda nessa fase de transição".

Janderson e João Victor
"João já está definido que volta. Os dois jogaram ontem para o Atlético-GO e por isso não se apresentaram. Sobre a volta do Janderson, nós achamos que seria mais importante que o atleta continuasse no Atlético para se desenvolver mais ainda. Se ele retornasse ao Corinthians, talvez ele tivesse que oscilar entre jogar algumas partidas e ficar no banco de reservas, e também entraria na Lista A. Por isso fizemos essa opção".

Davó se negou a jogar no Sub-23
"Realmente isso aconteceu, assim como você viu na chamada do documentário, não vou antecipar nada, mas foi logo depois da entrada dele, fez o gol no Internacional, jogou outras partidas, na sequência acabou acontecendo isso, mas vamos esperar, porque no documentário vai ser tudo explicado, não vou adiantar, seria leviano da minha parte, vamos aguardar e com calma tudo vai ser esclarecido".

Jovens prontos para a titularidade
"Esses atletas da base que estão aqui podem se tornar, sim (titulares). Não sei se já nos próximo jogo estarão entre os 11, mas vi a estreia do Rodrigo e do Cauê como muito interessantes, abriu um leque de opções e aos poucos a gente vai montar uma equipe que seja forte, e eles podem, sim, estar entre os 11 que iniciam as partidas".

Goleada no último Derby
"Não tenha dúvida que foi um jogo que nos marcou bastante, a gente vinha em ascensão, saímos chateado e temos a oportunidade agora de enfrentar, vamos fazer de tudo para ser uma história diferente. O jogo começou agora, independente de qual equipe vai ser escalada, temos obrigação de fazer um jogo diferente daquele".

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?