Mancini evita empolgação com goleada do Corinthians: "Ainda não está bom"

São Paulo, SP

14-01-2021 00:48:59

O Corinthians fez 5 a 0 no Fluminense em um jogo que Cássio praticamente não foi exigido. O Timão chegou ao sétimo jogo de invencibilidade, com quatro vitórias seguidas. Mas, Vagner Mancini não quer saber de empolgação exagerada.

"A recuperação do time me deixa muito feliz, porque vejo uma equipe jogando um futebol vistoso, hoje fez os gols que nas últimas partidas estava perdendo. A gente sai feliz, contente, mas sabendo que ainda não está bom. Vamos colocar os pés no chão, sabendo que tudo isso é um processo, e daqui a pouco vamos chegar onde queremos chegar".

O técnico também falou sobre o "Mancinismo", revelou treino à parte para Vital e comentou o duelo com o Palmeiras, desafio de segunda-feira.

 

Leia a entrevista coletiva de Vagner Mancini, na íntegra:

Jogo perfeito
"Dá para dizer que o Corinthians fez um bom jogo, teve organização, foi uma equipe equilibrada, jamais perdeu o controle do jogo, isso mostra o trabalho que vem sendo feito, a dedicação dos jogadores, e a hora que você chega no jogo você vê isso, uma equipe que quer vencer, mas não de qualquer forma. Ela quer vencer organizada em campo. Hoje, o time soube marcar bem, atacou pelos dois lados do campo. A recuperação do time me deixa muito feliz, porque vejo uma equipe jogando um futebol vistoso, hoje fez os gols que nas últimas partidas estava perdendo. A gente sai feliz, contente, mas sabendo que ainda não está bom. Vamos colocar os pés no chão, sabendo que tudo isso é um processo, e daqui a pouco vamos chegar onde queremos chegar".

Tempo para trabalhar
"Acho que é fruto do que vem sendo desenvolvido pelos atletas no dia-a-dia. Você não consegue pedir numa palestra no dia do jogo que os jogadores façam de uma maneira se não for praticado durante a semana. A gente exige muito, não só eu, mas toda a equipe de trabalho, para a equipe jogar um grande futebol. Temos de valorizar o resultado, porque enfrentamos uma equipe que fez ótimos jogos no campeonato e vem bem. Diante deste quadro, temos a dizer que o time hoje entra em campo sabendo o que tem de fazer. Isso gera confiança E atleta com confiança tem possibilidade maior de chegar às vitórias".

Mancinismo
"Eu levo na boa, acho isso bacana, é uma maneira que você tem de representar algo que esteja acontecendo, mas não pode extrapolar, porque é uma brincadeira, mas diante da brincadeira tem uma metodologia por trás, a disciplina, o respeito, tudo isso gera o que estamos vendo nos jogos. A cada jogo, o Corinthians ganha corpo, confiança. É uma luta diária, só nós sabemos o quanto é difícil chegar e ter de arrumar uma equipe que vinha mal, mas felizmente entendeu que dava para reescrever esse livro da temporada. Estamos dispostos a isso, a enxergar os erros para, aos poucos, ir afinando melhor. Porque vários atletas subiram de produção? Porque eles podem subir de produção"

Mateus Vital
"É um dos jogadores selecionados a terem, especificamente ao término dos treinos, a sua parte. O que é isso? Alguns atletas, quando a gente termina o treinamento, eles já têm a lição de casa, que são feitas no campo, todos os dias. E o Vital tem no seu treino os arremates dentro da área e fora da área. Por quê? Porque eu encontrei um jogador extremamente capacitado, técnico, com força, mas que eu via que ele não desenrolava bem o último terço do campo. Acho que ele pode melhorar muito mais, e a tendência é que ele evolua a partir do momento que fizer mais gols, pra isso, ele tem de chutar, entrar na área, fazer a leitura de jogo. Perto do Jô, ele vai ter espaço, ele tem de saber o momento certo de entrar na área, de finalizar de fora, de usar o Jô. É um cara que bate bem na bola e, felizmente, fez dois gols. Fico feliz com isso"

Derby
"Acho  que chegam iguais, porque os dois vivem boa fase. Palmeiras está na final da Copado Brasil, na final da Libertadores, vem bem na temporada. O Corinthians se recuperou na temporada. é um Derby, rivalidade, e do nosso lado vamos tentar fazer um grande jogo e ser merecedor do que queremos".

Goleada depois de retomar estilo
"Acho que uma coisa leva a outra. A gente tinha como meta, reorganizar a equipe. Pra isso, tem de mexer no plano tático. E você tem primeiro arrumar o sistema defensivo. O que aconteceu é que ajustamos e chegamos na parte ofensiva. Nós temos atletas muito capacitados, não só nas suas funções. Quando você arruma a equipe, naturalmente, essa equipe vai jogar melhor. embora a gente não exija um jogo ofensivo, a equipe é ofensiva por si só, muito mais pela escalação e pelas características dos jogadores. Os ajustes vão ser necessários, a gente entra num momento de jogos seguidos, gera desgaste, mas o mais impressionante é que todo mundo está sendo usado e dando resposta. Hoje, temos uma equipe que, mesmo os atletas que estão entrando, já sabem o que tem de ser feito. Espero que continue assim".

Primeiro Derby
"Sinceramente, acho que vai ser um jogo bom, disputado, jogado, mas é um jogo entre dois rivais, e isso torna o jogo de mais concentração, faz com que as duas equipes tenham de se cuidar mais, dificilmente você vai ver muitos gols. A equipe que tiver mais concentrada, e espero que a minha equipe esteja, essa é uma das exigência, é por isso que o Corinthians melhorou tanto, e espero que para o clássico também tenha, porque isso faz da tua equipe uma equipe diferente. Vai ser um ótimo jogo para ser assistido".


Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?