Jô fez mais sem a bola do que na referência do ataque do Corinthians; veja números

São Paulo, SP

10-10-2021 20:22:22

Sylvinho escolheu Jô para suprir a ausência de Willian no Corinthians na partida contra o Sport, na Arena Pernambuco, mas o centroavante não conseguiu aproveitar a oportunidade de voltar ao time titular.

Assim como os demais jogadores do Timão, Jô não esteve bem no duelo que culminou com a derrota corintiana por 1 a 0.

Segundo os números do Footstats, o camisa 77 saiu de campo sem sequer finalizar uma bola no gol, nem mesmo para fora.

Aliás, nos 73 minutos que disputou, Jô foi mais eficiente para o time nos momentos sem bola, como nos escanteios em que ele conseguiu afastar o perigo, posicionado na primeira trave.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Veja os números de Jô contra o Sport:

Minutos jogados: 73
Desarmes: 2
Interceptações: 3
Faltas sofridas: 2
Perda da posse da bola: 5
Duelos ganhos no chão: 4 de 6
Duelos ganhos no alto: 0 de 2
Passes certos: 21 (91,3% de acerto)
Finalizações: 0

Após a partida, Sylvinho foi questionado sobre a escolha por Jô, e não por Adson ou Mosquito, que têm característica individual mais próxima a de Willian.

"Hoje não foi um bom jogo e a performance não foi boa de todos, de maneira que eu não credito, em absoluto, uma má performance (do time) ao Jô jogar por dentro e o Róger aberto pela esquerda, de forma alguma, até porque tivemos uma versão dessa em que o Róger fez o gol contra o Palmeiras. Naquela situação, Jô era a referência. Essas coisas ocorrem, tem resultados bons, tem performances boas, hoje ela não foi".

Apesar das críticas, Jô é o artilheiro do Corinthians na temporada, com nove gols, e o líder em assistências para gol, ao lado de Fábio Santos, com quatro passes cruciais.

"O Sport dificultou bastante, dos meias, dos externos, e, obviamente, do Jô. Não credito a má atuação a um atleta. Foi uma má atuação em termos gerais. Imaginávamos um jogo difícil, não somente o Jô, mas todo o time teve uma performance abaixo", concluiu Sylvinho sobre o assunto, durante a entrevista coletiva.

Na próxima quarta-feira, contra o Fluminense, na Neo Química Arena, a tendência é que o Timão volte a ter o ataque formado por Gabriel Pereira, Willian e Róger Guedes.


Deixe seu comentário