Garotos aproveitam chance e podem ser mais utilizados por Mancini

São Paulo, SP

31-01-2021 08:00:39

A derrota para o Bahia, na última quinta-feira, atrapalhou os planos do Corinthians no Campeonato Brasileiro. Atualmente, o clube briga por um lugar no G-6 e quer garantir vaga na Libertadores. O revés na Arena Fonte Nova, no entanto, pode ter ajudado Vagner Mancini a encontrar novas peças para a reta final da competição.

Isso porque os jovens Gabriel Pereira e Raul entraram no segundo tempo da partida e foram destaques do Timão. Enquanto o primeiro fez uma grande jogada e deu a assistência para o gol corintiano, o segundo estreou profissionalmente com a camisa alvinegra e foi seguro atuando improvisado como lateral esquerdo.


Cria das categorias de base do Corinthians, Gabriel Pereira tem 19 anos, é meio-campista e já disputou sete partidas no atual Brasileirão. O jovem canhoto despontou na Copa São Paulo de Juniores de 2020 e entrou na vaga de Gustavo Mosquito contra o Bahia, aos seis minutos da etapa final. Após o jogo, Mancini elogiou a atuação do camisa 38.

"Hoje, eu também acho que ele entrou muito bem no jogo, acabou sendo decisivo em alguns lances. É mais um atleta que estamos valorizando", disse o treinador.

O garoto do Timão também chamou atenção pela boa performance nas beiradas do campo, função que geralmente é exercida por Cazares. Acontece que o equatoriano está lesionado, o que pode fazer com que Gabriel Pereira receba mais oportunidades.

"O atleta está acostumado a jogar pelos lados, se sente bem ali, mas óbvio que eu vou buscar essa informação, saber o que na base ele fazia, se já jogou por dentro ou não", informou Mancini.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Raul, por sua vez, tem 21 anos e é zagueiro. O camisa 34 entrou improvisado no lugar de Fábio Santos, já que Lucas Piton precisou passar por uma cirurgia de hérnia inguinal e foi desfalque. Mancini admitiu que não pretende mais improvisar o jogador após o retorno de Piton, mas afirmou que alguns atletas devem receber oportunidades por conta das baixas constantes.

"Eu sempre digo na dificuldade de alguns surge a oportunidade de outros. Hoje, tivemos um time desfigurado, alguns aproveitaram, outros não, e isso é normal no futebol. Lesões, suspensões e esse tipo de coisa que faz parte hoje, numa pandemia, faz com que você tenha de mexer no elenco", explicou.

Contra o Bahia, o Corinthians teve 15 desfalques, sendo dois por suspensão, seis por lesão e sete por resultados positivos de covid-19. Os diagnosticados com a doença, no entanto, testaram negativo em contraprova e já estão à disposição.

Atualmente, o Corinthians ocupa a 9ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 45 pontos. Na quarta-feira, o time de Vagner Mancini enfrenta o Ceará, às 21h30 (de Brasília), na Neo Química Arena, pela 34ª rodada da competição.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?