Duílio pensa em Alessandro para a vaga de Vilson no Corinthians

Tiago Salazar - São Paulo,SP

02-12-2020 06:00:03

Duílio Monteiro Alves será o presidente do Corinthians a partir de 4 de janeiro de 2021, mas já tem planos para colocar em prática antes da virada do ano.

O sucessor de Andrés Sanchez pretende convidar Alessandro Nunes para voltar a trabalhar no clube.

A Gazeta Esportiva apurou que a intenção é que o ex-lateral direito reassuma a gerência do departamento de futebol, posto ocupado atualmente por Vilson Menezes.

Duílio ainda não entrou em contato com Alessandro e não sabe se o capitão da Libertadores e do Mundial toparia a empreitada. Mas, em breve, o futuro mandatário corintiano deve procurá-lo.

Além de Vilson, os diretores-adjuntos, Jorge Kalil e Eduardo Ferreira, também vão deixar os cargos ao fim do ano.

Para estes postos e para a função antes desempenhada pelo próprio Duílio, o próximo gestor alvinegro ainda não tem nomes preferidos, mas devem ser pessoas de dentro do clube.

Histórico de Alessandro
Alessandro se tornou dirigente logo após se aposentar da carreira de atleta e foi coordenador de futebol do Corinthians entre 2014 e 2016. Depois, assumiu a gerência, cargo que ocupou de 2016 a 2019. Neste período, o time conquistou dois títulos do Brasileirão (2015 e 2017) e outros dois do Paulistão (2017 e 2018).

O início de 2020, Alessandro deixou o clube e o ex-zagueiro Vilson Menezes assumiu o posto.

Com 40 anos, Alessandro resolveu estudar, fazer cursos de gestão na CBF e recusou até uma proposta do Flamengo. Desde então, ele ainda não voltou a trabalhar com futebol.

Como jogador, o ex-lateral direito disputou 258 jogos pelo Timão, marcou quatro gols e foi campeão oito vezes: Série B (2008), Paulistão (2009 e 2013), Copa do Brasil (2009), Brasileirão (2011), Libertadores (2012), Mundial (2012) e Recopa (2013).

Além das conquistas, Alessandro ficou marcado por ter sido o capitão da equipe nas conquistas internacionais.


 

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?