Duílio admite atrasos, diz que reforçar elenco não é prioridade e promete divulgar balanços todo mês

Tiago Salazar - São Paulo,SP

26-01-2021 14:33:59

Duilio Monteiro Alves admitiu, nesta segunda-feira, que o Corinthians não conseguiu pagar o salário dos jogadores da equipe principal de futebol referente a dezembro. O mandatário preferiu não especificar se o 13º e a segunda parte das férias também estão pendentes, mas prometeu resolver a questão o quanto antes.

"Sim, existem alguns pagamentos em aberto, não negamos isso, temos relação direta com os jogadores, uma conversa quase que diária. Eles sabem quando irão receber, trabalhamos para trazer dinheiro novo para que isso não se repita. O dinheiro vem para o nosso fluxo de caixa e vai ajudar nisso. Existem pendência e queremos colocar em ordem nos próximos dias".

Com a preocupação em pagar contas, acertar atrasados e conseguir novas receitas, Duilio voltou a tirar do torcedor qualquer expectativa elevada sobre reforços de peso para a temporada 2021.

"A gente tinha como foco essa solução da Arena, mas também temos um número muito grandes de compromissos, uma dívida alta. O foco é muito na parte administrativa, financeira. Lógico que o Corinthians é um gigante, tem de estar sempre brigando por títulos, mas o momento da pandemia também atrapalha bastante. Temos esse agravante, trabalhamos atrás de novas receitas. Não para por aí. O compromisso é que a gente não gaste mais do que arrecade".

"Não é o momento de investir muito em futebol. Sabemos dos compromissos a cumprir, do problema financeiro, temos de ter responsabilidade. Lógico que no futebol, sempre que possível, com oportunidade de mercado, vamos melhorar o time, mas agora o foco maior é nessa parte financeira para termos dias melhores em um futuro próximo".

O presidente do Corinthians também confirmou a informação da Gazeta esportiva sobre a intenção em divulgar os balancetes financeiros do clube, no site oficial, todo mês.

"Colocamos isso muito claro na campanha e reafirmo aqui. Vamos fazer uma gestão transparente. Vamos divulgar mensalmente os balancetes".

Veja outros trechos da entrevista de Duilio:

Neo Química
"É um momento diferente que o Corinthians vive, é bom ressaltar que a Neo Química está novamente participando de um momento importante do clube. Com o Ronaldo, ganhamos títulos, reforçamos o time. Dessa vez não é diferente. Em outubro entrou na Arena, um momento histórico, hoje ela batiza nossa casa, e agora também no nosso patrocínio master, uma parceria, a gente tem a agradecer, uma empresa que acredita no Corinthians".

Estádios fechados
"A gente sabe a necessidade dos clubes, de todos os setores da economia, e no Corinthians não é diferente, mas seguimos com a mesma cabeça, pensando primeiro na saúda, seguindo orientações de protocolos. Precisamos, lógico, de bilheteria, mas em primeiro lugar é a saúde. Quando não existir risco, o Corinthians vai apoiar a volta aos estádios. Por enquanto, não. Torcemos muito para que a vacina venha logo".

Dívida total
"A divida gira em torno de R$ 800 milhões, a gente vem trabalhando em novas receitas para ir diminuindo, pagando. Não precisamos pagar à vista, existe formas de parcelamento, alongar prazos, renegociar algumas, temos de estar com fluxo saudável".

Oscilação do time
"Essa oscilação não é só do Corinthians, os clubes que brigam por titulo também têm tido, assim acontece na zona que o Corinthians está e com aqueles que brigam na zona de rebaixamento. O Corinthians não vinha fazendo um bom Brasileiro, até colocado por muitos de vocês como risco de ser rebaixado. Agora, temos outro objetivo, o Corinthians tem condição de chegar, mas a gente sabe que vai oscilar. Melhorou, mas não vai ganhar todos os jogos. Vejo que nesse ano, até pela pandemia, a falta do torcedor, vejo todos oscilando bastante. Acredito que vamos chegar à Libertadores".

Parceria com Falconi
"Eu não citei nome durante a campanha, mas posso afirmar a você e à torcida que estamos muito próximo do início dos trabalhos, é uma das maiores do mundo em consultoria, vão nos ajudar muito no clube, e isso continua, estamos finalizando".

Marketing para reforçar elenco
"Ronaldo só existe um. Acho difícil, temos de trabalhar para fortalecer o caixa, assim vamos fortalecer o time em campo. Trazer algum jogador, casado com apelo de marketing, acho difícil, até porque não vejo esse jogador no mercado. Não pensamos nisso no momento".


 

Deixe seu comentário