Corinthians vira sobre o Coritiba nos acréscimos e chega à ponta da tabela

Helder Júnior - São Paulo , SP
04/06/2016 22:35:57 — 04/06/2016 23:44:18

Em: Brasileiro Série A, Corinthians, Coritiba, Futebol

O Corinthians se deu ao luxo de poupar jogadores após comemorar uma sequência de três vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro. Afinal, jogaria em Itaquera na noite deste sábado, contra um Coritiba em má fase e a uma rodada de disputar um clássico contra o Palmeiras. Mas só não acabou derrotado porque André – ele mesmo – abriu o caminho para a virada aos 44 minutos do segundo tempo. Já nos acréscimos, o lateral esquerdo Uendel assegurou a vitória por 2 a 1.

Antes do criticado centroavante entrar em campo no lugar do jovem zagueiro Pedro Henrique (em uma substituição que mostrava o desespero do Corinthians para evitar a derrota), o Coritiba havia aproveitado um contra-ataque no final do primeiro tempo para abrir o placar com o atacante Negueba. Retrancado – ainda mais – a partir de então, o time visitante sofreu o castigo com o gol de André, depois de cruzamento de Uendel. E foi o lateral esquerdo quem cabeceou para dentro aos 49 minutos.

O resultado deixou o Corinthians com os mesmos 13 pontos ganhos do Internacional, time com o qual divide ao menos provisoriamente a liderança da competição – os concorrentes da parte de cima da tabela entrarão em campo no domingo. O Coritiba, hoje comandado pelo interino Pachequinho, soma apenas 4. No domingo de 12 de junho, quando a equipe paulista visitará o seu grande rival no Palestra Itália, a paranaense tentará se reabilitar diante do Sport, no Couto Pereira.

O jogo – Talvez com a vista embaçada pela fumaça dos sinalizadores acesos no setor norte de Itaquera, os comandados de Tite tiveram dificuldades para enxergar o jogo no princípio da partida contra o Coritiba. O Corinthians até tomava a iniciativa de atacar, mas era pouco envolvente, errava passes e prendia-se à marcação adversária.

O primeiro lance de lucidez surgiu aos 16 minutos, quando Guilherme se desvencilhou com categoria pelo meio-campo e enfiou a bola para a esquerda. Uendel apareceu com liberdade dentro da área e, dando um indício de que não estaria em noite inspirada para cruzar e finalizar – o que seria desmentido nos minutos finais –, chutou em cima do goleiro Wilson.

O susto não desmontou a estratégia de Pachequinho. Ainda bem fechado defensivamente, o Coritiba se soltou aos poucos, à medida que o Corinthians oferecia espaços. Responsável por equilibrar o time de Tite nos últimos jogos, Cristian não chegou a ter muito trabalho para conter as ações dos visitantes.

Com mais da metade do primeiro tempo transcorrida – e já sem sinais de fumaça e com a chuva abrandada em Itaquera –, o Corinthians passou a pressionar o Coritiba. Mas ainda faltava criatividade ao ataque que tinha o hesitante Marlone no lugar do poupado Giovanni Augusto.

Da melhor chance de gol do Corinthians no restante da etapa inicial, aos 32 minutos, Marlone não participou. Guilherme viu bem o avanço de Marquinhos Gabriel, que se aproximou da área e rolou para Luciano definir do lado direito. O centroavante estéril em 2016 acabou bloqueado pela zaga adversária na conclusão.

Quando já parecia que as equipes iriam empatadas para o vestiário (depois de Felipe ser chutado por Rafael Marques dentro da área e pedir pênalti), o gol saiu. Do Coritiba. Aos 46 minutos, Marlone perdeu a bola na ponta esquerda e, na sequência do lance, Dodô lançou Negueba. O atacante ganhou de Fagner na velocidade e bateu para o gol defendido por um titubeante Walter.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

A desvantagem no placar – além da atuação errante de Marlone – fez Tite recorrer a Giovanni Augusto desde o início do segundo tempo. Com a formação ofensiva com a qual reagiu no Brasileiro, o Corinthians retomou a pressão. Marquinhos Gabriel parou em Wilson em um chute de primeira na pequena área e, pouco depois, Giovanni Augusto cabeceou por cima da meta.

Bruno Henrique ficou ainda mais perto de igualar o marcador. Em uma bola que Luciano salvou na esquerda e Uendel levantou, o volante cabeceou cruzado, acertando o pé da trave. Tão empolgado quanto a torcida ficara, Tite resolveu reforçar o seu sistema ofensivo a partir de então, com a entrada de Danilo no lugar de Cristian.

A alteração deixou o Corinthians exposto a contra-ataques como aquele em que Negueba abriu o placar. Mais preocupado em se defender depois de incomodar Walter em uma e outra ocasiões, o Coritiba aceitou as investidas dos donos da casa, que já corriam sem organização – inclusive com André na vaga de Pedro Henrique.

Quem desperdiçou a chance do empate, desta vez, não foi André. Aos 38 minutos, Fagner fez o cruzamento da direita, e Marquinhos Gabriel, livre para anotar o gol, finalizou de primeira para fora. O lance desanimou muita gente nas arquibancadas.

André, no entanto, finalmente entrou em ação para reconquistar a torcida. O contestado centroavante se esticou para aproveitar na segunda trave um cruzamento da esquerda de Uendel, aos 44 minutos. Todos os reservas se aglomeraram para cumprimentá-lo, enquanto o público de Itaquera estava em êxtase.

A festa dos torcedores aumentaria consideravelmente. No último lance da partida, aos 49, Uendel subiu bem para completar para o gol um cruzamento de Marquinhos Gabriel e deixar o campeão brasileiro de 2015 na ponta da tabela de classificação em 2016.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 1 CORITIBA

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 4 de junho de 2016, sábado
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Rafael da Silva Alves (RS)
Público: 26.958 pagantes (total de 27.206)
Renda: R$ 1.312.962,00
Cartões amarelos: Cristian e Fagner (Corinthians); Rafael Marques, Ruy e Negueba (Coritiba)
Gols: CORINTHIANS: André, aos 44, e Uendel, aos 49 minutos do segundo tempo; CORITIBA: Negueba, aos 46 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Walter; Fagner, Felipe, Pedro Henrique (André) e Uendel; Cristian (Danilo), Bruno Henrique, Marquinhos Gabriel, Guilherme e Marlone (Giovanni Augusto); Luciano
Técnico: Tite

CORITIBA: Wilson; Dodô (César Benítez), Rafael Marques, Luccas Claro e Juninho; João Paulo, Ruy (Thiago Lopes), Juan e Gonzáles (Fábio Braga); Negueba e Kléber
Técnico: Pachequinho




  • Paulo

    Colocaram a propaganda de uma salsicha bem naBunda dos GambasGalinhasPretas.
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    aD0RADORES DEtRAVEC0S.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Paulo Sérgio

      Nossa quanto inteligência. Vc tem dez anos?

  • Gladiador

    vão publicar ou nao?

  • Gladiador

    ja começou a maozinha, até o comentarista falou: 6
    minutos foi demais, mesmo tendo um pouco de cera do Coritiba…ja
    começou o apito amigo…51 minutos?…fala serio…e outra 4 jogos em
    casa e dois fora???…pq isso?…para ajudar na arrancada…..

    • Verdugo

      o gol foi no 4º minuto dos descontos
      tá bom prá vc ou vai continuar inventando desculpas para o mimimi???

      • Gladiador

        NORMAL SERIAM 3 SEU BABACA…ATÉ O CARA DA BAND FALOU….SEU SONSO

        • Verdugo

          KKKKKKKKKKKKKKKKK
          normal
          KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    • Lucas

      Justamente Corinthians fez aos 49 ele deu mais um pro Coritiba tentar algo oq n justifica sua reclamação

      • Gladiador

        KKKKKKKKK….MEU ESSE TIME É DE FRACOS…SO GANHA EM CASA…K.K.K.K.K….E SO DAR UM TEMPO…K.K.K.K.K….E COM APITO AMIGO…K.K.K.K

  • miltão leite

    Onde este paulo fica olhando, e bambi ou não é.

  • Verdugo

    foi do jeito que eu gosto
    com os anti vibrando até o fim
    e o balde de água fria no final
    os deuses do futebol não estão perdoando os times pequenos retranqueiros e covardes
    ganha quem tenta
    KKKKKKKKKKKKKKKKK
    líder hoje
    já pensou se tivesse completo, sem desmanche??
    isso é o que mais machuca os anti
    mimimi e chororô
    não creio que sejamos campeões mas só de ver o sofrimento deles….
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    • Gladiador

      KKKKKKKKK…COMPLETO DE QUE? SO TEM REFUGOS DE OUTROS TIMES…K.K.K.K.K.K

  • Jmqrz

    Roubaram o Coritiba. O juiz picareta ia deixar o jogo ir ate uns 55 minutos ate os maloqueiros virarem. Foi falta para o Coritiba na area do Curintcha e o juiz nao deu, depois saiu o gol. As falcatruas continuam a mesma. os times do povo vao com a globosta e tudo.

    • Paulo Sérgio

      55? VC e doente seu tonto. O segundo gol foi aos 44 depois de MTA melacao do Coritiba

  • Alegrão de Souza (Matemático)

    Fico imaginando a cara das antis invejosas, estavam felizes e no fim… Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk. CHUPA

  • Verdugo

    quuem é líder aí pode falar
    o resto…. calado!!!!
    pois o resto nada mais é do que resto
    KKKKKKKKKKKKKKK

  • Fabricio Marzagão

    Lider ate domingoo depois nao sabemos ! time do corinthians ganhou numa cagada do cooxaa ! o juiz deu uma maozinha cm 5 min de acrescimos !

×
Quer receber notícias do Corinthians?