Coelho usa Corinthians de 2005 como espelho para ter Otero, Cazares, Luan e Jô juntos

São Paulo, SP

29-09-2020 16:40:33

Com a chegada de Cazares, o torcedor do Corinthians vive a expectativa de ver em campo um time com as principais contratações do ano: o meia ao lado de Otero, Luan e Jô. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, Dyego Coelho confirmou que pensa em ter o quarteto junto, com o argumento de que “jogador bom, tem que jogar junto”.

Como espelho para implementar o quarteto, Coelho utilizou o Corinthians de 2005, em que ele era o lateral-esquerdo e “precisava correr” pelo sistema ofensivo formado por Carlos Alberto, Roger, Tevez e Nilmar.

"Eu tenho essa maneira de pensar porque eu joguei em um time que o ataque era formado por Carlos Alberto, Roger, Tevez e Nilmar, e eles jogaram juntos. E a gente corria para eles lá atrás, carregava o piano e eles decidiam lá na frente. Então quando eu falo que jogador bom tem que jogar junto é porque realmente eu tive resultado quando eu senti isso na pele”, analisou.


Por outro lado, se o time de 2005 terminou o ano como campeão brasileiro, no início da competição nacional de 2020 o Corinthians sofre na parte inferior da tabela, a apenas um ponto da zona do rebaixamento.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Para que o quarteto funcione e não sobrecarregue o sistema defensivo, Coelho diz que os bons jogadores precisam estar próximos um do outro, destacando a compactação da equipe. O técnico interino ainda salientou a importância da cobrança entre os próprios atletas.

“Temos que fazer com que os melhores jogadores estejam perto um do outro, e é mais ou menos isso a nossa ideia. De fazer com que a cobrança seja feita, principalmente entre eles. Se por acaso isso vier a acontecer, porque a gente não pode esquecer os outros jogadores, porque é o rendimento é que escala, com a dedicação, concentração, competitividade e profissionalismo. Se isso vier a acontecer, a cobrança será feita, e quando a bola chegar lá na frente eles precisam resolver o nosso problema em finalizações e em ações ofensivas”, afirmou Coelho.

A vontade de ter os quatro juntos em campo não deve ser saciada já nesta quarta-feira. Cazares até está regularizado e foi confirmado por Coelho entre os relacionados, mas a tendência é que ele comece no banco, assim como Luan. Do quarteto, apenas Jô e Otero tendem a começar como titular contra o Atlético-GO na Neo Química Arena.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?