Classificação pode render ao Corinthians quase R$ 10 milhões em menos de 1 mês

São Paulo, SP

28-07-2020 06:00:10

Além da possibilidade de seguir na busca do quarto título consecutivo do Campeonato Paulista, a classificação do Corinthians ao mata-mata também pode significar um alívio financeiro para o clube. Com a vaga na fase quartas de final, o Timão sonha com a chance de garimpar quase R$ 10 milhões em menos de um mês.

A equipe alvinegra deve receber agora os R$ 4,3 milhões restantes dos R$ 26 milhões referentes à participação do time na primeira fase do torneio estadual pagos pela detentora dos direitos de transmissão. Caso tivesse sido eliminado, o Corinthians não teria mais quantias depositadas após esta quitação.

Corinthians conseguiu se classificar ao mata-mata do Paulistão na última rodada (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Contudo, o Timão permanece na luta pelo troféu e, consequentemente, pelos R$ 5 milhões que serão entregues pela Federação Paulista de Futebol àquele que ficar com o título, em forma de prêmio, mas com recurso de origem da mesma cota de TV.

Desse modo, o Alvinegro pode receber, no total, R$ 9,3 milhões pelos possíveis quatro jogos do mata-mata do Paulistão, além das duas partidas finais da fase de classificação. Tudo isso no curto período de 22 de julho, quando a competição foi retomada, a 8 de agosto, data para a qual está marcado o duelo de volta da decisão.


Em meio a crise agravada pela pandemia do coronavírus, esta receita pode aliviar a situação junto ao elenco, que neste momento tem duas folhas salariais atrasadas a receber.

Na última semana, o presidente Andrés Sanchez decidiu publicar o balanço financeiro do primeiro semestre de 2020, que foi positivo. O resultado, com todas as variantes, foi de um superávit de R$ 4,39 milhões, o que contrastou com a previsão de déficit de R$ 12 milhões.

O mandatário agora espera convencer os membros do Conselho de Orientação a reavaliarem o balanço que será reapresentado sobre as contas do ano passado. Tanto o Cori quanto o Conselho Fiscal sugeriram a reprovação do balancete. O presidente corintiano admitiu que houve um erro nos números expostos e prometeu corrigir antes da votação final, a ser executada pelo Conselho Deliberativo e ainda sem data marcada devido a pandemia do coronavírus.

O Corinthians volta a entrar em campo na quinta-feira (30), às 19h (de Brasília), quando encara o Red Bull Bragantino pelo jogo único das quartas de final, no Estádio do Morumbi.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário