Árbitro relata ofensas de Duilio e Alessandro em vitória do Corinthians: “Vagabundo e ladrão” - Gazeta Esportiva
Árbitro relata ofensas de Duilio e Alessandro em vitória do Corinthians: “Vagabundo e ladrão”

Árbitro relata ofensas de Duilio e Alessandro em vitória do Corinthians: “Vagabundo e ladrão”

Gazeta Esportiva

Por Redação

12/11/2023 às 22:20 • Atualizado: 12/11/2023 às 22:33

São Paulo, SP

Neste domingo, o Corinthians venceu o Grêmio, por 1 a 0, na Arena, em Porto Alegre, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo ficou marcado por uma polêmica na não marcação de um pênalti a favor do Corinthians, o que gerou revolta nos dirigentes do clube. Na súmula, o árbitro relatou ofensas do presidente Duilio Monteiro Alves e do gerente de futebol Alessandro Nunes.

"Informo que na saída da equipe de arbitragem do campo de jogo, após término do primeiro tempo, fomos abordados por diretores do  S.C. Corinthians Paulista, na zona mista, vindo em nossa direção de forma grosseira e ostensiva, sendo contidos por policiais. Dentre eles foi possível identificar o presidente Duilio Monteiro Alves, e o gerente de futebol Alessandro Mori Nunes, onde o gerente citado proferiu de forma grosseira e ofensiva as seguintes palavras: 'Vagabundo, você é safado, tendencioso, seu ladrão'. Em seguida o presidente acima citado, foi até a entrada do vestiário da equipe de arbitragem proferindo as seguintes palavras: 'Seu vagabundo, ladrão', informo ainda que o mesmo não conseguiu o acesso ao vestiário da arbitragem devido a intervenção da polícia", relatou Rodrigo Jose Pereira de Lima na súmula.

No intervalo do jogo, o gerente de futebol do Timão tentou invadir a sala do VAR, onde ficam os equipamentos. No vídeo, Alessandro se dirige ao local reservado ao VAR e bate na porta do local, que estava fechada.




"Fui informado pelo delegado da partida sr. Marcos Roberto Caduri de Almeida que o gerente de futebol sr. Alessandro Mori Nunes se dirigiu até a porta da sala, em que se encontrava os equipamentos var, em uma tentativa de invasão, entrando em confronto com os seguranças que estava na porta da sala", completa.

Os dirigentes se revoltaram contra o lance da não marcação de pênalti em cima de Mathues Bidu ainda no primeiro tempo. Essa decisão possibilitou a ocorrência do lance seguinte, em que Bruno Méndez cometeu falta dura em Besozzi e recebeu o cartão vermelho, após revisão no VAR.

Com o resultado deste domingo, o Corinthians subiu para a 11ª colocação, com 44 pontos. A equipe retorna a campo no dia 25 de novembro, após a data Fifa, para jogo com o Bahia, pela 35ª rodada, na Neo Química Arena.


Conteúdo Patrocinado