Dezenove dias e contando: relembre tempo que Corinthians levou para anunciar técnicos recentes

São Paulo, SP

22-02-2022 05:00:25

19 dias se passaram e o Corinthians ainda não anunciou quem será seu treinador para a temporada que já começou. A demora é grande, maior do que a de alguns técnicos que passaram pelo clube do Parque São Jorge nos últimos anos. Porém, é menor do que outros períodos também.

Falando em tempos menores temos o próprio Sylvinho, demitido no dia 3 de fevereiro. Ele demorou sete dias para ser anunciado após o desligamento de Vagner Mancini (de 16/05/2021 até 23/05/2021).

No entanto, foram 31 dias para que Mancini fosse oficializado após a saída de Tiago Nunes (de 11/09/2020 até 12/10/2020) - Dyego Coelho assumiu interinamente na ocasião.

Indo mais para trás, o Corinthians demorou 26 dias para anunciar Mano Menezes após a saída de Tite (de 15/11/2013 até 11/12/2013) e 27 dias para oficializar Oswaldo de Oliveira após desligamento de Cristóvão Borges (de 17/09/2016 até 14/10/2016).

Decisões mais rápidas aconteceram com as contratações de Tiago Nunes (quatro dias) e Carille (sete e quatro dias, em 2016 e 2018, respectivamente), além do próprio Sylvinho, como comentado.


Diante disso, o que se pode concluir é que, sim, o clube está demorando para dar uma resposta ao seu torcedor, mas a quantidade de dias está na média em relação ao que se tem visto nos últimos anos.

O que incomodou a torcida foi a manutenção de Sylvinho no cargo após o término do Campeonato Brasileiro, em dezembro. Após críticas em relação ao treinador, esperava-se que a diretoria o demitisse ainda em 2021, utilizando-se do tempo de férias para ir atrás de um novo nome.

Apenas para fins de comparação, Abel Ferreira, do Palmeiras, demorou 16 dias para ser anunciado após a demissão de Vanderlei Luxemburgo; Rogério Ceni aceitou a proposta de retornar ao São Paulo no mesmo dia em que Hernán Crespo foi desligado, e, por fim, Carille fechou com o Santos três dias após a saída de Fernando Diniz.

O nome mais próximo de fechar com o Corinthians foi Luís Castro, porém, no último final de semana, o Botafogo voltou novamente à jogada, e o português ainda não decidiu para onde vai. O Corinthians garante que manterá a mesma postura no mercado.

Deixe seu comentário