"Estou com o coração despedaçado", lamenta a mãe do goleiro Danilo

São Paulo, SP

29-11-2016 13:50:40

A tragédia envolvendo o avião que levava o time da Chapecoense a Medellín para a final da Sul-Americana deixa amigos e parentes desolados. A mãe do goleiro Danilo demonstrou todo seu desespero com as notícias terríveis vindas da Colômbia - autoridades anunciam apenas seis sobreviventes entre as 81 pessoas presentes na aeronave.

“Meu coração está despedaçado, sofrendo muito, jamais achei que ia passar por isso. Desespero grande, é complicado, cada um passou uma notícia”, disse Alaíde Padilha, mãe do camisa 1, em entrevista ao SporTV, antes mesmo de ter a confirmação da morte do filho.


Danilo chegou a ser resgatado e levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Sua morte gerou um grande desencontro de informações, foi anunciada pela Cruz Vermelha e, logo em seguida, desmentida. Agora, o nome do arqueiro não apareceu na última lista de sobreviventes divulgada pela Aeronáutica Colombiana.

Eunico, pai de Danilo, lembrou da última conversa que teve com o filho, antes do embarque dele e da delegação da Chape na tarde desta segunda-feira para a histórica partida de ida da decisão da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, em Medellín, que aconteceria na noite de quarta.

“Estamos viajando às duas da tarde, amanhã (terça) eu ligo, ele me falou. Peço para Deus dar conforto à família. É triste, só quem passa o que estamos passando pode falar”, resumiu.

Até o momento, a lista dos sobreviventes divulgada pela Aeronáutica Colombiana se resume a seis pessoas. Os jogadores Alan Ruschel, Neto e Jackson Follman, a auxiliar de voo Ximena Suárez, o técnico da aeronave Erwin Tumiri e o repórter Rafael Henzel, da Rádio Oeste Capital FM (veja abaixo).

https://twitter.com/AerocivilCol/status/803609210915266561?lang=en

Deixe seu comentário