Ceará se solidariza com rival Fortaleza e atacante Robson após agressão

São Paulo, SP

17-06-2022 21:45:36

Maior rival do Fortaleza, o Ceará publicou na noite desta sexta-feira uma mensagem repudiando as agressões sofridas pelo atacante Robson na chegada do Leão do Pici à capital cearense nesta tarde. Na publicação, o clube também afirmou que "se solidariza com a instituição Fortaleza EC, e também com o atleta".

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Após perder a sétima em 12 partidas no Campeonato Brasileiro, dessa vez de 3 a 2 para o Avaí, na Ressacada, o Fortaleza retornou ao estado do Ceará amargando a última colocação da competição, com apenas sete pontos ganhos. O clube foi recebido com protestos e o camisa sete da equipe foi agredido por um torcedor com capacete.

A postagem, que finaliza com a frase: "prezamos e lutamos por um futebol sem violência em todos os momentos", foi publicada após o próprio Fortaleza soltar em suas redes sociais uma nota de repúdio ao acontecimento, em que afirma estar dando todo o suporte ao jogador e que está analisando o caso para uma eventual adoção de medidas legais.

Apoio de outros clubes

Outro clube a publicar uma mensagem de apoio ao Fortaleza e ao Robson nesta sexta-feira foi o Sport. Na postagem, feita no Twitter, o clube do Recife também se mostrou solidário ao time cearense e ao atleta, além de afirmar que o "futebol está unido em prol da paz". Por fim, terminou dizendo que a "violência nunca será a resposta".

O Athletico-PR foi mais uma equipe a demonstrar apoio ao Fortaleza. Em seu Twitter, o clube paranaense escreveu que "se solidariza ao Fortaleza Esporte Clube, em especial ao atacante Robson, vítima de agressão no desembarque da equipe", e finalizou também repudiando as atitudes ocorridas: "Não podemos aceitar esse tipo de atitude".

O Corinthians também não deixou passar. Por meio de suas redes sociais, a equipe repudiou os atos de violência e pediu um futebol sem ódio: ''O Corinthians se solidariza com o Fortaleza e o atacante Robson e repudia os atos de violência registrados nesta sexta-feira. Reforçamos nosso desejo de um ambiente de paz e respeito em um futebol sem ódio''.

Mais outra equipe a se posicionar foi o Atlético-MG. ''Definitivamente, futebol e violência não podem andar juntos!'', protestou o Galo em suas redes sociais. ''Obrigado, Atlético! Essa é uma caminhada conjunta em prol da paz no futebol'', respondeu o Fortaleza.

O Avaí também lamentou o ocorrido e ainda lembrou do caso do Botafogo, que teve seu centro de treinamento invadido por torcedores recentemente. ''Entendemos a insatisfação do torcedor em momentos ruins, mas isso não pode ser motivo para que esqueçamos a civilidade'', divulgou o clube.

Não parou por aí. O Juventude foi mais um a manifestar seu apoio ao Robson e ao Fortaleza: ''Não podemos aceitar esse tipo de atitude'', escreveu em suas redes sociais.

Deixe seu comentário