Tite admite que crise na CBF atrapalha Seleção e analisa duelo contra o Paraguai

São Paulo, SP

07-06-2021 18:41:29

A CBF atravessa um sério momento de crise envolvendo o presidente Rogério Caboclo. Além da polêmica da realização da Copa América no Brasil, o mandatário foi acusado de assédio moral e sexual por uma funcionária da federação e, como consequência, acabou sendo afastado do cargo por 30 dias.

O cenário turbulento atrapalha a Seleção Brasileira nos jogos das Eliminatórias, segundo o técnico Tite. Em coletiva nesta segunda, o comandante admitiu que as questões internas da CBF têm prejudicado a preparação do Brasil para as próximas partidas da competição.

"Tem sido bastante difícil, porque esse é o momento social. As pessoas acham que temos que ter opinião para tudo, quando devemos ter opinião pelo futebol. Temos que ter capacidade e lugar de fala sobre o que nos diz respeito. É isso o que fazemos com muito amor e paixão", disse.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

"Nós dizemos que temos uma capacidade e inteligência emocionais muito grandes, para saber filtrar as situações, ter discernimento, sensatez e para direcionar no trabalho. Mas claro que atrapalha, sim, é desafiador. Vamos precisar disso de novo para o jogo contra o Paraguai, essa abstração e foco", completou o treinador.

Tite também falou sobre a partida contra os paraguaios e destacou que será "um desafio" para a Seleção. O treinador pode quebrar um tabu diante do adversário, já que os brasileiros não vencem em Assunção, local do confronto, desde 1985. "Há um grau de dificuldade muito grande, sim. A qualidade da equipe do Paraguai, ainda mais jogando em casa, com o nível equilibrado das eliminatórias, a qualidade técnica individual do time. Então é um desafio, sim", afirmou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

"É uma equipe que está invicta na competição, que tem duas maneiras de jogar, e sabemos o seu padrão. Tem jogadores que todos conhecem aqui no Brasil, Gustavo Gómez, Balbuena, Júnior Alonso, Romero. Trabalhamos com foco nesse jogo e temos tudo controlado. Sabemos da importância de um resultado positivo lá para manter o primeiro lugar e ficar cada vez mais perto da Copa do Mundo, que é o nosso objetivo", acrescentou Cléber Xavier, auxiliar da Seleção que acompanhou Tite na coletiva.

A equipe realizou nesta segunda o último treino antes de embarcar para Assunção. A partida acontece nesta terça, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Defensores del Chaco.

Deixe seu comentário