Gazeta Esportiva

Raphinha revela ansiedade por estreia na Copa do Mundo e manda recado para colegas de Barcelona

São Paulo, SP

23/11/22 | 17:00

A estreia do Brasil na Copa do Mundo está chegando. Nesta quinta-feira, às 16 horas (de Brasília), a Seleção Brasileira enfrenta a Sérvia pela primeira rodada da fase de grupos. O atacante Raphinha, que deve ser titular, falou sobre a expectativa para a estreia.

Questionado sobre a sensação de estar prestes a jogar uma do Copa do Mundo, o ponta se mostrou ansioso.

"Estou ansioso. Como qualquer primeiro jogo que eu joguei, qualquer mudança de time que eu tive, sempre tive uma estreia e sempre tive aquela ansiedade de estreia. Uma ansiedade normal, friozinho na barriga", disse Raphinha.

"É uma Copa do Mundo, mas é nosso trabalho. A gente está aqui para jogar futebol, a gente tem que dar nosso melhor. Tem um friozinho na barriga, mas a gente consegue controlar e fazer nosso trabalho", concluiu.


Recado para os colegas

Atualmente no Barcelona, Raphinha aproveitou para deixar uma mensagem para seus colegas de equipe que defendem outras seleções, como Pedri, Busquets, Gavi (Espanha), Lewandowski (Polônia), Dembelé, Koundé (França) e Ronald Araujo (Uruguai).

"Prefiro não ficar alfinetando eles. Deixa eles se concentrarem na Copa deles e a gente se concentra na nossa aqui. Se a gente se esbarrar, eles vão ter um grande problema pela frente", comentou o atacante.

Para enfrentar seus colegas de equipe, no entanto, o Brasil precisaria avançar de fase, pois nenhum desses países está no Grupo G, chave que os brasileiros compõe ao lado de Sérvia, Suíça e Camarões.

A Espanha (Grupo E) é uma possível adversária caso a Seleção Brasileira chegue às quartas de final, enquanto França (Grupo D) e Polônia (Grupo C) seriam rivais apenas em uma eventual semifinal.

Já o Uruguai (Grupo H) de Ronald Araujo é o único dos países mencionados que poderia cruzar o caminho do Brasil ainda nas oitavas de final.

Deixe seu comentário