Gazeta Esportiva

Presidente da CBF se reúne com a Fifa e pede punição rigorosa por racismo

São Paulo, SP

28/09/22 | 12:26

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, se reuniu nesta quarta-feira com o mandatário da Fifa, Gianni Infantino. No encontro, o dirigente brasileiro discutiu uma série de projetos de cooperação com a entidade que controla o futebol no mundo, e obteve o apoio para o desenvolvimento do esporte de base feminino e masculino e a realização da Copa dos Povos Indígenas da Amazônia, entre outras demandas.

O racismo no futebol também foi tema da reunião. O presidente da CBF pediu uma punição rigorosa para os atos racistas. Na terça-feira, uma banana foi lançada em direção ao atacante Richarlison na comemoração do segundo gol do Brasil diante da Tunísia, no Parque dos Príncipes, em Paris.


Após a reunião desta quarta, Ednaldo foi informado que a Fifa instaurou um procedimento disciplinar para tratar sobre o episódio ocorrido na vitória da Seleção.

Presente no estádio com a delegação na terça, Ednaldo Rodrigues lamentou mais um episódio de racismo no futebol e voltou a destacar a importância de medidas mais rigorosas contra o preconceito. O dirigente quer que o time envolvido em atos racistas perca pontos na competição.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

"Mais um vez, venho publicamente manifestar o meu repúdio. Desta vez, vi com os meus olhos. Isso nos choca. É preciso lembrar sempre que somos todos iguais, não importa a cor, raça ou religião. O combate ao racismo não é uma causa, é uma mudança fundamental para varrer esse tipo de crime de todo o planeta. Eu insisto em dizer que as punições precisam ser mais severas", declarou.

 

Deixe seu comentário