Andressa Alves elogia nível do Brasileirão Feminino e defende renovação na Seleção

São Paulo, SP

24-11-2020 17:03:43

Convocada para representar a Seleção Brasileira nos dois jogos preparatórios diante do Equador, a meia-atacante Andressa Alves atua na Europa desde 2015. Mesmo longe do território tupiniquim, a jogadora da Roma tem acompanhado a evolução do Campeonato Brasileiro Feminino.

Em entrevista coletiva nesta terça-feira, Andressa revelou que acompanha as partidas da competição sempre que pode e afirmou que não enxerga tanta diferença entre o nível físico dos duelos realizados no Brasil e na Europa.

"Quando eu posso, dependendo dos horários, eu assisto aos jogos que têm no Brasil. É importante ver o crescimento do Campeonato Brasileiro, que está sendo valorizado. A Pia (Sundhage, técnica da Seleção Brasileira) comentou sobre essa diferença física para a Europa. Mas eu não vejo o futebol brasileiro tão longe assim fisicamente. A cada jogo que eu vejo do Campeonato Brasileiro, me surpreendo cada vez mais", disse.


A atleta de 28 anos também exaltou a renovação da Seleção. Nos últimos jogos, Pia Sundhage vem convocando e utilizado jovens jogadores que ganharam destaque recentemente.

"Acho super importante e válido (a renovação). As meninas estão tendo uma experiência muito grande tanto no Campeonato Brasileiro como lá fora. A gente sabe tem que acontecer, porque as mais velhas vão sair em algum momento e isso já tem que vir ano após ano, para chegar na Seleção preparada", pontuou.

Andressa ainda falou sobre a visibilidade do futebol feminino e elogiou a postura da CBF, que recentemente anunciou salários iguais para atletas das seleções masculinas e femininas.

"Acho que é importante, quando você joga na Seleção, se posicionar sobre a visibilidade que o futebol feminino tem que ter aqui no Brasil. Vem acontecendo uma melhora notável, a CBF tem ajudado muito o futebol feminino e isso tem que se valorizar. A gente cobra, mas quando as coisas são bem feitas, a gente também tem que agradecer. Espero que a cada ano isso possa melhorar mais e mais, fico feliz com a evolução que vem acontecendo. Que mais jogadoras possam se posicionar assim como eu", afirmou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O Brasil enfrenta o Equador nos dias 27 de novembro e 1 de dezembro, na Neo Química Arena e no Morumbi, respectivamente. Por fim, Andressa Alves falou sobre poder vestir a camisa da Seleção em palcos relevantes do futebol brasileiro.

"É sempre importante jogar em estádios grandes e de grandes equipes do futebol brasileiro. Essa abertura que os clubes estão dando para que a gente jogue em grande estádios também mostra a evolução que está tendo o futebol feminino", concluiu.

Deixe seu comentário